Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Um ano depois do início da pandemia, Marta Temido assume que situação está "longe de estar tranquila"

Ministra da Saúde garantiu que o Governo tem "procurado o melhor para a população".
Mariana Ferreira 2 de Março de 2021 às 08:39
Marta Temido acusa regulador de ter extravasado as suas funções
Marta Temido acusa regulador de ter extravasado as suas funções FOTO: Lusa
A ministra da Saúde, Marta Temido, disse esta terça-feira que a situação pandémica em Portugal está "longe de estar tranquila", apesar dos números de novos casos e mortes associadas à Covid-19 estarem em queda nas últimas semanas. 

Um ano depois do início da pandemia, Marta Temido garantiu, em entrevista à Antena 1, que o Governo "mesmo que criticado" tem "procurado o melhor para a população."

A ministra afirmou ainda que "precisamos de punir e ter tolerância zero" relativamente ao desvio de vacinas contra a Covid-19.

"Tudo faremos para que não se voltem a repetir situações extremas, mas temos que perceber que nada está ganho relativamente a esta doença enquanto não conseguirmos a imunização. Esta é uma luta contínua em que não se pode baixar a guarda", alertou Temido.

Relativamente ao regresso às aulas presenciais, a ministra defendeu que ainda "não é altura certa" para falar sobre isso. 



Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Marta Temido Governo Portugal Covid-19 política direitos humanos pandemia
Ver comentários