Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Viaduto traz segurança na frente ribeirinha de Faro

Passagem aérea prevista na ferrovia atrás do teatro.
Tiago Griff 9 de Setembro de 2020 às 08:48
Passagem superior nas traseiras do Teatro das Figuras prevista para 2023
Passagem superior nas traseiras do Teatro das Figuras prevista para 2023 FOTO: André Guerreiro
A autarquia de Faro assinou um protocolo com a Infraestruturas de Portugal (IP) para a construção de uma passagem superior na linha ferroviária nas traseiras do Teatro das Figuras. O projeto tem um custo de 2,3 milhões de euros e está previsto ficar concluído "nunca antes de 2023".

"Estamos a contar com um prazo de 24 meses entre o lançamento do concurso e a conclusão da obra, depois da aprovação do projeto", revela Carlos Fernandes, vice-presidente da IP. Esta passagem aérea permite "melhorar a mobilidade e segurança na frente ribeirinha da cidade", reconhece Rogério Bacalhau, presidente da autarquia farense, e adianta que "o objetivo é acabar com todas as passagens de nível desde o teatro até à zona da Horta da Areia", uma vez que estão também projetadas - mas ainda sem data de início - as construções de mais três passagens, aéreas ou subterrâneas, nesta área de 1,5 quilómetros de distância.

Estas intervenções estão incluídas no ‘Quilómetro Cultural’ (ver mais nos pormenores), uma iniciativa de requalificação urbanística, cultural e ambiental em toda a zona ribeirinha da capital algarvia.

PORMENORES
‘Quilómetro Cultural’
Este projeto inclui ainda a Área de Reabilitação Urbana para a frente ribeirinha, um porto de recreio exterior à doca atual, a requalificação da avenida da República e do jardim Manuel Bívar e os planos de pormenor do Bom João e do porto comercial.

"Mais rápido possível"
Para já ainda não há data de conclusão para todas estas intervenções, mas o autarca farense, Rogério Bacalhau, quer que seja "o mais rápido possível", até porque Faro tem uma candidatura a Capital Europeia da Cultura em 2027.
Ver comentários