Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Vila Real alerta universitários e condiciona acesso a cemitérios para combater a Covid-19

Concelho registava no domingo 132 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, mais cerca de 50 do que há uma semana.
Lusa 19 de Outubro de 2020 às 14:28
Coronavírus
Coronavírus FOTO: CMTV
A Câmara de Vila Real vai lançar uma campanha de sensibilização juntos dos estudantes universitários, condicionar o acesso aos cemitérios e apoiar a vacina da gripe neste concelho que regista 132 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus.

"A prevenção e o comportamento individual responsável são as únicas armas que possuímos contra este flagelo", afirmou esta segunda-feira o presidente da autarquia, Rui Santos.

O concelho registava no domingo 132 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, mais cerca de 50 do que há uma semana, e tinha 322 pessoas em isolamento.

O autarca disse que vai ser "desencadeada uma campanha de sensibilização junto dos estudantes para que mantenham as distâncias, evitem aglomerados e usem máscara".

A iniciativa vai ser lançada esta semana e envolve a Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD) e as forças policiais.

Na quarta-feira, a UTAD informou que cinco estudantes da instituição testaram positivo ao novo coronavírus e assegurou que a atividade académica estava a decorrer com normalidade.

Rui Santos disse ainda que o município vai retomar as ações de desinfeção nos locais de grande afluência de público e decidiu "implementar medidas excecionais" que condicionam o acesso aos cemitérios no fim de semana que inclui o Dia de Todos os Santos (01 de novembro).

Nesse fim de semana, o período de funcionamento dos cemitérios será das 07:30 às 19:00, a entrada estará sujeita a lotação e a permanência não deverá ultrapassar os 30 minutos seguidos, as casas de banho estarão encerradas, é obrigatória a utilização de máscara no interior do cemitério bem como a desinfeção das mãos, é ainda obrigatório o uso de luvas para o manuseamento de baldes, vassouras e outros equipamentos de utilização coletiva e, sempre que possível, será definido um circuito de entrada e saída no respetivo cemitério.

As medidas serão implementadas também nos cemitérios das freguesias, onde estarão funcionários do município e das juntas a auxiliar os cidadãos.

E hoje, dia em que avança a segunda fase da campanha de vacinação da gripe comum, a câmara anunciou que a Unidade Móvel de Saúde está a percorrer as freguesias e que aderiu à campanha "Vacinação SNS Local".

O objetivo passa por, frisou Rui Santos, "evitar aglomerados nos centros de saúde" e que a "gripe comum não seja somada à covid-19".

O município celebrou um protocolo com a Associação Nacional de Farmácias e a Associação Dignitude no âmbito do programa "Vacinação SNS Local", que abrange a população do concelho com idade igual ou superior a 65 anos e dá a oportunidade de efetuar a vacinação contra a gripe sazonal, de forma gratuita, nas farmácias.

O município comparticipa financeiramente esta medida, à qual aderiram 13 das 14 farmácias de Vila Real.

Nas freguesias rurais, a campanha de vacinação está a ser feita na Unidade Móvel de Saúde, numa iniciativa que conta com o apoio do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Marão -- Douro Norte.

Desde o início da pandemia, o concelho de Vila Real registou oito mortos associados à covid-19 em mais de 300 casos confirmados de infeção.

Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), em Portugal, morreram 2.198 pessoas dos 101.860 casos de infeção confirmados.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Vila Real Câmara de Vila Real saúde
Ver comentários