GNR Faro questões sociais desaparecidos