opinião baptista-bastos síria mulher mundo