Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
7

Apple quer lucrar com notícias

A marca da maça quer distribuir notícias dos jornais.
C.A.M. 15 de Setembro de 2015 às 14:02
A Apple é a mais recente gigante tecnológica a apostar no negócio da distribuição de notícias
A Apple é a mais recente gigante tecnológica a apostar no negócio da distribuição de notícias FOTO: EPA

A Apple é a mais recente gigante tecnológica a apostar no negócio da distribuição de notícias. Na quarta-feira passada, durante o evento no qual apresentou a sua nova gama de iPhones e iPads, a empresa californiana revelou a aplicação Apple News, que irá ter disponíveis artigos de mais de 50 publicações, entre elas The New York Times, CNN, Bloomberg e Reuters.

Todos os artigos disponíveis nesta aplicação vão ser gratuitos para os utilizadores de dispositivos iOS e a aplicação já estará incluída na próxima versão do sistema operativo, o que significa que alcançará de milhões de pessoas.

Esta aposta é vista como arriscada pois empresas como o Facebook já têm experiência e sucesso nesta área. Segundo dados analíticos da empresa Parse.ly, o Facebook já direciona mais utilizadores para sites de notícias do que o Google.

Lucros partilhados
Existem medos que as parcerias firmadas entre as empresas de media e as grandes tecnológicas possam vir a afetar as linhas editoriais, já que, neste novo paradigma, os jornais e sites terão de partilhar as suas receitas de publicidade com empresas como a Apple, Google, Twitter e outras.

Jonathan Hunt, vice-presidente de marketing da Vox Media, disse ao site Mashable que a evolução das notícias para a sua forma digital passa por este tipo de acordo: "esta é apenas uma fase de evolução nos hábitos de consumo, com as audiências a descobrirem e consumirem novos conteúdos."

Apple Google Twitter notícias redes sociais tecnologia media
Ver comentários