Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

14 milhões para ficção nacional

No Plano de Actividades e Orçamento da RTP de 2012, entregue no Parlamento, e a que o CM teve acesso, o canal público projecta gastar cerca de 14 milhões de euros em ficção nacional.
3 de Maio de 2012 às 01:00
Joaquim de Almeida em ‘Vermelho Brasil’, uma co-produção com a France 2 e a TV Globo
Joaquim de Almeida em ‘Vermelho Brasil’, uma co-produção com a France 2 e a TV Globo FOTO: direitos reservados

Assim, uma das grandes apostas da estação do Estado é a série ‘Depois do Adeus', que deverá estrear em Setembro. A produção, protagonizada por Ana Nave e José Carlos Garcia, retrata Portugal nos anos 70 e pretende repetir o êxito de ‘Conta-me Como Foi'.

Em alternativa às séries, a RTP prevê também continuar com a produção de telefilmes.

A ficção histórica continua a ser uma prioridade da RTP. Está prevista para este ano a estreia da série ‘As Linhas de Torres', projecto dedicado às invasões francesas no início do século XIX, em regime de co-produção.

Na mesma linha das parcerias, sobretudo no espaço da lusofonia, destaque para a continuidade de ‘Voo Directo', que conta com o apoio da televisão pública de Angola.

A RTP quer ainda assegurar a produção ‘Vermelho Brasil', no quadro das comemorações do Ano de Portugal no Brasil e Brasil em Portugal - que se comemoram de 7 de Setembro de 2012 a 10 de Junho de 2013 -, que resulta de uma co-produção com a France 2 e a TV Globo. Protagonizada por Joaquim de Almeida e Stellan Skarsgard, este projecto foi orçado em 8,3 milhões de euros. As gravações, que decorrem no Brasil, estão previstas terminar no segundo trimestre deste ano. Portugal irá exibi-la em quatro episódios de 50 minutos cada. 

JOAQUIM DE ALMEIDA FICÇÃO CINEMA PLANO ORÇAMENTO RTP
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)