Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

32 mil pagam porno

Canal premium Hot TV e serviço de vídeo ‘on demand’ dominam receitas.
Teresa Oliveira 23 de Novembro de 2014 às 10:07
Canal para adultos tem mais 12 mil subscritores do que em 2012
Canal para adultos tem mais 12 mil subscritores do que em 2012 FOTO: Getty Images

O canal de filmes para adultos português Hot TV alcançou este ano uma média 32 mil subscritores, mais 12 mil do que em 2012. Para os anos que se avizinham, a estratégia da Hotgold – empresa que detém o canal premium – é apostar cada vez mais na produção nacional.

"A Hotgold está numa fase de renovação. A todos os níveis, incluindo o da produção", adianta ao CM João Costa, diretor da empresa. "A nossa meta é 10% dos nossos conteúdos serem nacionais ou terem atrizes nacionais. Só isso já nos torna mais portugueses do que qualquer outro canal para adultos. É o facto de sermos o único canal a ser feito por portugueses para portugueses", acrescenta o responsável pelo canal, que vai ganhar um reforço de estrelas.

"Os nossos filmes estavam sustentados sempre nas mesmas duas ou três atrizes, que também fazem produções no estrangeiro. Não é uma tarefa fácil encontrar novas atrizes em Portugal, mas neste momento temos três caras novas e uma delas vai ser lançada já em dezembro nos vídeo ‘on demand’ [por assinatura] de todos os operadores", revela. E o primeiro conteúdo "é uma série que acompanha o quotidiano de uma sexóloga", diz o responsável da empresa.

Sem querer adiantar valores, João Costa diz que as subscrições e o vídeo ‘on demand’ representam a grande fatia da faturação do Hot TV. "Ainda assim, o digital continua a ser uma aposta, até porque as nossas receitas nesta área estão a aumentar imenso."

Ver comentários