Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

Mais de 6 mil pessoas pedem à Google para serem esquecidos

Em seis anos, a Google analisou mais de 24 mil endereços de rede em Portugal no âmbito do ‘direito ao esquecimento’.
Duarte Faria 6 de Julho de 2020 às 08:31
Decisão do Tribunal da UE permite que cidadãos europeus peçam para não aparecerem em pesquisas online
Decisão do Tribunal da UE permite que cidadãos europeus peçam para não aparecerem em pesquisas online FOTO: iStockPhoto
A Google recebeu, até ontem, 6333 pedidos portugueses de remoção de conteúdo do motor de busca, ao abrigo do ‘direito ao esquecimento’, em vigor desde maio de 2014. A este valor correspondem 24 841 URLs (endereços de rede), de acordo com os dados do relatório de transparência da gigante tecnológica consultados pelo Correio da Manhã. No entanto, apenas 25,1% foram efetivamente removidos. Os restantes 74,9% a Google considerou não estarem incluídos no âmbito do ‘direito ao esquecimento’ por, entre outros motivos, terem forte interesse público. Ou seja, na maioria dos casos, a empresa tecnológica não elimina os conteúdos. Em Portugal, 90,3% dos pedidos são feitos por particulares.

O ‘direito ao esquecimento’ resulta de uma decisão do Tribunal de Justiça da União Europeia que indica que todos os cidadãos europeus têm o direito a solicitar a remoção de links a motores de busca como o Google, ou seja, o direito a não aparecerem nas pesquisas online.

No total europeu, a Google já recebeu mais de 944 mil pedidos, a que correspondem mais de 3,7 milhões de URLs. Destes, 46,5% foram efetivamente removidos, um número bastante superior ao registado se considerado apenas o nosso país.

No pódio dos países europeus de onde surgem mais solicitações deste tipo estão países como a França (cerca de 212 mil pedidos), a Alemanha (154 mil), o Reino Unido (112 mil), a Espanha (89 mil), a Itália (79 mil) e os Países Baixos (51 mil).
Google URLs Correio da Manhã Portugal questões sociais ciência e tecnologia política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)