Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Marcas preferem TV

A televisão foi o suporte eleito para publicitar as marcas dos dez maiores anunciantes do mercado português, que canalizaram quase todo o seu investimento publicitário o pequeno ecrã, nos primeiros seis meses do ano.
6 de Agosto de 2005 às 00:00
A TV atraiu um investimento de cerca de 300 milhões de euros
A TV atraiu um investimento de cerca de 300 milhões de euros FOTO: José Barradas
Segundo um estudo da Marktest, a televisão captou, em termos globais, 67,6% do bolo publicitário do semestre, o que representa 83% do volume publicitário total disponibilizado pelos dez maiores anunciantes, entre os quais se encontram a Portugal Telecom, Modelo/Continente e Procter & Gamble.
Em termos globais, as empresas do ‘top 10’ investiram cerca de 358 milhões de euros, o correspondente a mais de um quinto (20,5 por cento) do total dos 1,7 mil milhões de euros registados no primeiro semestre do ano nos vários suportes analisados (imprensa, rádio, cinema, publicidade exterior/‘outdoor’ e televisão).
A Reckitt Benckiser, empresa de produtos domésticos, foi o maior investidor, com um volume de mais de 42 milhões de euros investidos. O grosso do seu investimento foi feito em televisão, meio que absorveu 99,6% do total do seu orçamento para divulgação das marcas do grupo. A Vodafone Telecel foi o segundo maior anunciante do semestre, com um investimento aproximado de 42 milhões de euros, 77,3% dos quais aplicados na TV. O terceiro maior investidor foi a Modelo Continente Hipermercados, que gastou perto de 38 milhões de euros em todos os meios em análise, 87,8% dos quais em televisão.
'TOP 10' INVESTIMENTO EM TV
Reckittbenckiser, 42 220 euros
Procter & Gamble, 34 387 euros
Modelo Continente, 33 123 euros
Vodafone Telecel, 32 158 euros
Leverelida, 30 133 euros
L’Oréal Portugal, 28 239 euros
Mtelecomunicações Móveis Nacionais, 27 450 euros
Portugal Telecom, 26 428 euros
Optimus, 26 256 euros
Santa Casa da Misericórdia, 16 930 euros
Ver comentários