Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

Negociações de João Baião com a TVI sem 'mão' de Cristina

Apresentadora demarca-se do assédio a estrela da SIC para integrar a nova equipa do canal de Queluz de Baixo.
Rute Lourenço 27 de Julho de 2020 às 10:36
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
O mercado televisivo está ao rubro desde que Cristina Ferreira deixou a SIC para voltar à sua antiga estação, a TVI. Este domingo, o CM avançou que o apresentador João Baião tinha sido aliciado com uma proposta de 50 mil euros por mês para se juntar à concorrência. No entanto, essa negociação não passou pela nova estrela da TVI. Segundo uma fonte próxima de Cristina revelou ao CM, não houve “qualquer envolvimento” da apresentadora no convite, uma vez que, apesar de ter assumido o lugar de diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, só entra em funções a 1 de setembro.

“As negociações foram lideradas por Nuno Santos e o João [Baião] não foi uma escolha da Cristina, que não teve nada que ver com o processo. Aliás, o convite inicial ao João foi feito há muito tempo, em fevereiro”, diz fonte próxima da apresentadora, descartando qualquer ligação de Cristina ao ‘assédio’ e atribuindo a Nuno Santos a responsabilidade do convite.

O próprio diretor-geral da TVI acabou por revelar, mais tarde, através das redes sociais, ter sido ele a convidar Baião. Na manhã em que o CM noticiava a intenção falhada, Nuno Santos viu-se obrigado a esclarecer a situação. “O João é uma grande figura da televisão e teatro popular. É, além do mais, uma boa pessoa. Podia ter vindo para a TVI em fevereiro ou agora, por um justo valor de mercado, mas ficou onde está porque tem novos e inesperados desafios e, por certo, porque lhe pagam o que pediu durante longos anos”, escreveu.

Este domingo, Cristina deixou no ar mais uma contratação da TVI, o assistente de produção Ruben Vieira, a partir de setembro.
Ver comentários