Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

Negócio ainda sem pagamento

O acordo para a venda do ‘Diário de Notícias’, ‘Jornal de Notícias’ e TSF, entre outros, a angolanos já está fechado, disse ontem ao CM fonte oficial do grupo de Joaquim Oliveira, sem adiantar o nome do comprador ou o montante. Sabe o CM, o negócio foi feito com um grupo angolano, mas não está concretizado, já que não existiu qualquer transferência de dinheiro.
19 de Outubro de 2012 às 01:00
Rolando e Joaquim Oliveira estão a negociar a venda do grupo de media a empresários angolanos
Rolando e Joaquim Oliveira estão a negociar a venda do grupo de media a empresários angolanos FOTO: Tiago Sousa Dias

Segundo apurou o CM junto de fonte do Millennium BCP, banco que tem as acções da empresa de Oliveira como garantia de vários empréstimos contraídos, a ins-tituição financeira ainda não recebeu nenhum dinheiro resultante do eventual negócio. A mesma fonte acrescentou que, estando dadas como garantias, as acções só poderão ser libertadas depois de saldada a dívida.

Os princípios do acordo, que terá sido celebrado antes das eleições angolanas (31 de Agosto) inclui, além dos dois jornais generalistas e da rádio, o desportivo ‘O Jogo', revistas como a ‘Volta ao Mundo' e a ‘Evasões' e jornais regionais como o ‘Diário de Notícias da Madeira', ‘Açoriano Oriental' e ‘Jornal do Fundão'. A posição que Oliveira detém na distribuidora VASP também está incluída. De fora ficam os 50% que o empresário detém na Sport TV, os direitos desportivos e a posição de 23% na agência Lusa.

Em 2010, a Global Notícias, que controla o ‘DN' e o ‘JN' registou um prejuízo de 10,6 milhões de euros. Em 2011, e de Janeiro a Outubro, o prejuízo era de 14,9 milhões. Nessa mesma data, o passivo da editora atingia os 96,3 milhões de euros.

O CM tentou contactar Joaquim Oliveira, mas até ao fecho desta edição o empresário não atendeu as chamadas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)