Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

O antes, o durante e o depois da revolução de 25 de abril de 1974

Ficção histórica do canal público conta história de cinco gerações que viveram de perto o medo, a libertação e a evolução de Portugal
9 de Março de 2014 às 14:30

Em Portugal, há o antes, o durante e o depois do 25 de abril de 1974. Para assinalar os 40 anos da data histórica, a RTP está a gravar a minissérie de cinco episódios ‘Mulheres de Abril'. O elenco conta com Mariana Monteiro, Anabela Teixeira, Amélia Videira e Sara Norte nos principais papéis.

A história, que faz o retrato da sociedade portuguesa sob a perspetiva de cinco gerações de mulheres, estreia em abril. A série passa-se entre Carrazeda de Ansiães e o Porto. Henrique Oliveira, realizador, baseou-se em memórias próprias da data que marcou a viragem no País para esta série. "Escrevi sobre o que sei. Eu tinha 18 anos no 25 de Abril, idade similar à de Ana, a protagonista [Mariana Monteiro], em 1974. Retrato temas como o aborto, o facto de as mulheres estarem averbadas no passaporte do marido e de não poderem ler", disse.

A série passa-se entre 1923 e 2014, altura em que Ana [Mariana Monteiro] comemora 60 anos. "É uma personagem montanha-russa, em que tenho várias idades. Ela passa por diversas situações e vai ser uma rebelde daquela época, eufórica com a Revolução", disse Mariana Monteiro, que na série é filha de Isabel [Anabela Teixeira] e neta de Amélia [Amélia Videira], a matriarca da família. "A minha personagem é uma grande mulher. Deixa Trás-os-Montes e vai para o Porto com a filha de uma vizinha, que acaba abusada pelo marido. Sabe que ele tem amantes mas não se importa", revela Amélia Videira.

Mulheres Abril RTP Série 25 de abril Porto
Ver comentários