Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

Primeira agente secreta 007 chega aos cinemas no 25º filme da saga

Cabe à britânica Lashana Lynch, de 31 anos, herdar o nome de código mais famoso dos filmes de espionagem.
Rui Pedro Vieira 17 de Julho de 2019 às 01:30
Lashana Lynch
Lashana Lynch
Lashana Lynch
Lashana Lynch
Lashana Lynch
Lashana Lynch
Lashana Lynch
Lashana Lynch
Lashana Lynch
A notícia caiu como uma bomba entre os fãs da saga: no 25º filme, que chega aos cinemas em abril do próximo ano, o nome de código 007 passa a ser atribuído a uma mulher negra.

Apesar do papel de James Bond continuar a ser interpretado pelo ator Daniel Craig, o protagonismo passará a ser dividido com uma agente secreta, que vai estar também ao serviço de sua majestade.

Cabe à britânica de ascendência jamaicana Lashana Lynch, de 31 anos, herdar o nome de código mais famoso dos filmes de espionagem.

A decisão dividiu os fãs, ao mesmo tempo que despertou atenções sobre o percurso desta atriz praticamente desconhecida. Formada em artes dramáticas, em Londres, a nova 007 possui algumas séries televisivas no currículo e apenas um papel sonante no cinema de ação: do alto dos seus 1,75 metros, deu vida à piloto de caças Maria Rambeau, na obra ‘Capitão Marvel’ (2019).

Agora, Lashana Lynch vai fazer história no universo criado por Ian Fleming e dá um novo fôlego a uma personagem que muitos já diziam que tinha de ser reinventada.

A opção de uma mulher negra para dar vida a 007 pode estar relacionada com a contratação de uma nova argumentista, que está a delinear a trama do 25º filme de James Bond. Trata-se da londrina Phoebe Waller-Bridge, que é também atriz e que escreveu vários capítulos da aplaudida série ‘Killing Eve’ (HBO).

Apesar de ainda se desconhecer os contornos da história, sabe-se que neste novo filme, Bond (Craig) se prepara para se reformar, abandona o MI6 e é então que M (Ralph Fiennes) lhe apresenta a nova 007.

Ágil e rápida no gatilho, a personagem vivida por Lashana Lynch vai mesmo ser seduzida pelo agente mais famoso do Mundo e os produtores querem criar uma tensão sexual entre James Bond e a nova 007. Segundo uma fonte ligada à produção do filme, citada pelo jornal britânico ‘The Mail on Sunday’, a cena de apresentação da agente secreta acontece logo no início e promete marcar o espectador: "Vai ser um momento de deixar cair as pipocas. O Bond continua a ser o Bond, mas foi substituído enquanto 007".

Sabe-se também que o próximo filme vai ser dirigido pelo estreante nesta saga Cary Joji Fukunaga (o mesmo das séries televisivas ‘True Detective’ e ‘Maniac’) e terá como vilões um regressado Christopher Waltz e Rami Malek.

Quanto ao futuro de 007 após este 25º filme, pouco se sabe. Dar seguimento à escolha de uma mulher não é certo. Sabe-se só que Daniel Craig vai despir o fato do agente.

Bond Girls são ícones de beleza e sensualidade ao longo da saga
Apesar de nunca ter havido uma agente 007 até agora, as mulheres sensuais são sempre uma imagem de marca desta saga.

As Bond Girls são presença assídua nos 24 filmes já produzidos, tendo Ursula Andress sido a primeira no filme ‘Agente Secreto 007’ (1962). Ícones de beleza e estilo, as parceiras do agente secreto têm evoluído com os filmes.

O jornal‘Telegraph’ realizou a votação da melhor ‘Bond Girl’ de sempre, que foi ganha por Eva Green, a Vesper Lynd de ‘Casino Royale’ (2006).

Um biquíni que ficou na memória cinéfila
Se Sean Connery rapidamente se impôs como primeiro James Bond, capaz de ilustrar no cinema o espião criado por Ian Fleming, a suíça Ursula Andress pôs espectadores de todo o Mundo de boca aberta, quando é vista a sair da água numa famosa e muito citada cena do filme ‘Agente Secreto 007’ (1962).

Vestida apenas com um ousado biquíni para a época e de faca à cintura, a personagem Honey Ryder deu o mote em matéria de beleza e sex appeal para o rótulo de Bond Girl.

Já em 2002, quando Pierce Brosnan era James Bond, Halle Berry refez a cena do biquíni no filme ‘007 Morre Noutro Dia’.

Sétima arte
1953
Em 1953, o primeiro romance publicado por Ian Fleming com a personagem Bond foi ‘Casino Royale’, que apenas foi adaptado ao cinema em 2006, já com Daniel Craig no papel do agente secreto britânico que luta contra o vilão Le Chiffre num jogo de póquer.

1962
Data do primeiro filme ‘Agente Secreto 007’, com Sean Connery e Ursula Andress, no papel de primeira ‘Bond Girl’. Sean Connery iria protagonizar o agente secreto em mais quatro filmes consecutivos até 1967, sendo interrompido em 1969 por George Lazenby.

1973
Marca a estreia de Roger Moore na pele de ‘007’ no filme ‘Os Diamantes São Eternos’. Durante 12 anos, o ator encarnou a personagem James Bond, sendo até hoje o que mais tempo vestiu o fato do agente secreto.

A seguir veio Daniel Craig, que vai no seu 10º ano.

1995 na estreia de Pierce Brosnan no papel de ‘007’, no filme ‘Goldeneye’, dá-se também uma outra novidade: a personagem M, chefe do MI6, passa a ser interpretada por uma mulher: Judy Dench será a chefe de 007 até à sua morte, no filme ‘Skyfall’.

2015
Data do último filme da série: ‘Spectre’, que entrou para o livro ‘Guinness’ dos recordes por ter a maior explosão da história do cinema.

Filmada em Marrocos, a cena implicou o uso de mais de oito mil litros de combustível e 33 quilos de explosivos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)