Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

Quase seis mil sites motivam desconfiança por burlas na internet

Organização internacional vigia mais de 51 mil sites de compras online em Portugal.
João Moniz 29 de Julho de 2019 às 08:53
Fazer compras pela internet é cada vez mais usual, mas obriga a alguns cuidados
Computador
Computador
Fazer compras pela internet é cada vez mais usual, mas obriga a alguns cuidados
Computador
Computador
Fazer compras pela internet é cada vez mais usual, mas obriga a alguns cuidados
Computador
Computador
As burlas na internet estão em crescendo e uma das mais frequentes envolve páginas falsas de compras. Os consumidores são enganados de várias formas: nunca recebem as encomendas depois de gastarem o dinheiro, adquirem produtos falsificados ou perdem dados pessoais, como cartões bancários e contas de email.

Para combater este fenómeno, a Scamadviser tem vindo a intensificar a sua vigilância. Esta plataforma ajuda os consumidores a tomarem decisões informadas sobre compras online, classificando os sites com uma pontuação de confiança baseada num algoritmo que reúne informação de 40 fontes independentes.

Recentemente, a Scamadviser voltou a analisar 22,5 milhões de sites que estavam na sua base de dados, dos quais 51235 operavam em Portugal. Desses, 890 tiveram uma classificação de confiança abaixo dos 30%. Isso significa que 1,7% das páginas analisadas foram dadas como altamente propícias a fraude.

Outros 4905 sites tiveram uma pontuação abaixo de 70%, caso em que a Ecommerce Foundation, que reúne ONG e empresas de todo o Mundo, aconselha os consumidores a verificarem a segurança e credibilidade da página. O que pode ser feito de forma gratuita no site da Scamadviser, que tem uma versão em português.

Na prática, um em cada dez sites de comércio eletrónico em Portugal causa desconfiança. A taxa de segurança de 89% é inferior à média da UE (90%) e vale o 16º lugar entre os 28 estados-membros.
Scamadviser Portugal sites desconfiança burlas internet
Ver comentários