Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Recusas de Cristina Ferreira sustentam processo da SIC

Apesar de estar previsto no contrato, apresentadora recusou fazer programas de horário nobre.
Duarte Faria 25 de Setembro de 2020 às 08:38
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira FOTO: Instagram
A recusa de Cristina Ferreira, ao longo de ano e meio, às várias propostas que lhe foram feitas para apresentar um programa de horário nobre na SIC, apesar de tal estar previsto no acordo de trabalho assinado entre as partes, é um dos elementos presentes no processo interposto pelo canal de Paço de Arcos contra a nova diretora da TVI por quebra de contrato (mais de dois anos antes do seu término), apurou o CM.

O processo da Sociedade Independente de Comunicação contra Cristina Maria Jorge Ferreira e a empresa Amor Ponto, Lda., que esta detém, deu entrada na passada quarta-feira no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa. Nele, a SIC pede uma indemnização de 20 287 084, 54 euros, mais 84 583, 33 euros do que exigiu na carta enviada à apresentadora em agosto e na qual lhe dava 15 dias para o pagamento da indemnização. Mas Cristina não o fez e o caso avança agora para a Justiça. Fonte oficial da SIC confirmou que o processo já está em tribunal mas recusou fazer mais comentários.

Recorde-se que Cristina já reconheceu que há lugar ao pagamento de uma indemnização, mas recusa os valores exigidos pela SIC. “A referida quantia não tem qualquer fundamento ou base contratual, pelo que refuto em absoluto a pretensão daquela entidade, estando disposta a assegurar e defender os meus interesses até às últimas instâncias”, afirmou. O valor apurado pela SIC tem em conta além do incumprimento do contrato, os prejuízos calculados por perdas de receitas em IVR (concursos com chamadas de valor acrescentado), publicidade, patrocínios e ações comerciais.

Ganha de manhã mas perde à tarde
Cristina Ferreira estreou na quarta-feira o seu novo programa: ‘Dia de Cristina’. Nas audiências, venceu de manhã e perdeu à tarde, para ‘Júlia’. TVI ganhou o dia por 3 décimas.
Ver comentários