Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

RTP apanha jornalista a pintar paredes nos corredores e elevadores

Funcionário da RDP África apanhado em flagrante a escrever a frase "abaixo as cunhas".
João Bénard Garcia 17 de Fevereiro de 2020 às 01:30
RTP
RTP FOTO: Tiago Sousa Dias
As paredes de algumas escadarias, corredores e de um elevador do edifício-sede da RTP na avenida Marechal Gomes da Costa, em Lisboa, foram reiteradamente vandalizadas, durante semanas, com a frase "abaixo as cunhas".

O mistério da sua autoria tornou-se um assunto bastante comentado pela maioria dos profissionais da estação pública de rádio e televisão.

Contudo, o caso foi desvendado na semana passada, sabe o CM. O contestatário pichador da RTP foi apanhado em flagrante a pintar a sua frase de marca nas paredes de uma escadaria da sede da empresa.

O CM apurou que o autor dos vários atos de vandalismo é um jornalista de origem angolana que desempenha, há vários anos, as funções de redator na RDP África. Questionada pelo CM, fonte oficial do conselho de administração da empresa, liderado por Gonçalo Reis, começou por afirmar que "a RTP não comenta casos concretos", mas, mesmo assim, adiantou que a estação "não deixará de atuar disciplinarmente sempre que as regras internas da empresa sejam infringidas".

O CM apurou ainda, junto de várias fontes da redação da rádio do Estado, que o referido funcionário se encontra "de baixa psiquiátrica prolongada há vários meses" e que, apesar de estar nessa condição, "circula diária e livremente pelas instalações da RTP sem qualquer entrave ou limitação".

Apesar de o jornalista ter sido apanhado em flagrante a pichar as paredes da sede da empresa, dificilmente um processo disciplinar interposto pelos serviços jurídicos da RTP poderá originar o seu despedimento, tendo em conta o seu atual estado psiquiátrico.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)