Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

Sandra Felgueiras ataca Flor Pedroso sobre adiamento da reportagem do ‘Sexta às 9’

Jornalista afirma que era possível exibir o ‘Sexta às 9’ em setembro.
Sónia Dias 4 de Dezembro de 2019 às 08:48
Sandra Felgueiras falou ontem no Parlamento sobre o caso ‘Sexta às 9’
Maria Flor Pedroso, diretora de Informação da RTP, também foi ouvida
Sandra Felgueiras falou ontem no Parlamento sobre o caso ‘Sexta às 9’
Maria Flor Pedroso, diretora de Informação da RTP, também foi ouvida
Sandra Felgueiras falou ontem no Parlamento sobre o caso ‘Sexta às 9’
Maria Flor Pedroso, diretora de Informação da RTP, também foi ouvida
As audições parlamentares sobre o adiamento da reportagem do ‘Sexta às 9’, na RTP 1, sobre o negócio do lítio, ficaram esta terça-feira marcadas pelas acusações de Sandra Felgueiras a Maria Flor Pedroso e por várias contradições sobre este tema.

"Se me perguntarem diretamente se era possível fazer o ‘Sexta às 9’ durante o mês de setembro, a minha resposta é sim", afirmou a coordenadora do formato, que soube, a 23 de agosto, numa reunião com Flor Pedroso, diretora de Informação, e Cândida Pinto, adjunta, que o programa só seria emitido a 11 de outubro "porque ia haver ajustes na grelha em função da campanha eleitoral". "Curiosamente, só houve ajustes no dia 6, por causa de um debate", avançou Sandra Felgueiras, acrescentando que Cândida Pinto sabia, desde julho, que o tema do programa seria o lítio. "Nunca, em oito anos, o programa foi suspenso durante um ato eleitoral", concluiu. 


Flor Pedroso, por sua vez, insistiu na versão dos ajustes devido às eleições e rejeitou qualquer tipo de interferência política na decisão de adiar a reportagem, incómoda para o Governo. A responsável disse ainda que o programa não estava pronto para ir para o ar e que uma das entrevistas foi feita na véspera da emissão. "Não nos foi dado conhecimento de que havia uma notícia. Sabíamos que isto [lítio] estava a ser investigado", explicou.

"Muitos dos programas são editados na véspera ou no próprio dia. Tenho uma equipa de quatro jornalistas, um dos quais precário. Já disse que preciso de mais duas pessoas para o programa poder continuar", afirmou Sandra Felgueiras, explicando que o ‘Sexta às 9’ está numa "situação de penúria". "Sentimo-nos uma manta de retalhos", disse, alertando para os riscos das suas declarações: "Tudo o que disse aqui pode ter repercussões profissionais tanto na minha vida como na vida da minha equipa".

PORMENORES
Gonçalo Reis
Presidente da RTP também foi esta terça-feira ouvido e disse que tem "toda a confiança" da direção de Informação da RTP, assim como em Sandra Felgueiras.

Caso de Tancos
Sandra Felgueiras disse achar "estranho" não ter sido feito um especial sobre Tancos, que a própria investigou e que foi desvalorizado pela direção.

Escândalo do lítio
A reportagem do ‘Sexta às 9’ em causa alerta para supostas ilegalidades no negócio que prevê a construção de uma refinaria de lítio em Montalegre.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)