Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

SIC e TVI ‘taco a taco’ nas audiências de manhã e à tarde

Júlia Pinheiro liderou no primeiro mês em que enfrentou Manuel Luís Goucha. Já a ‘Casa Feliz’ perdeu para ‘Dois às 10’.
Sónia Dias 31 de Janeiro de 2021 às 09:41
Diana Chaves e João Baião
Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos
Júlia Pinheiro
Manuel Luís Goucha
Diana Chaves e João Baião
Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos
Júlia Pinheiro
Manuel Luís Goucha
Diana Chaves e João Baião
Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos
Júlia Pinheiro
Manuel Luís Goucha
É nos períodos da manhã e da tarde que a guerra de audiências entre a SIC e a TVI é mais feroz. Com a estação de Paço de Arcos a dominar o horário nobre, estas duas faixas horárias têm sido palco de uma verdadeira batalha entre os dois canais que, de segunda a sexta, somam vitórias e derrotas.

No primeiro mês do ano, as manhãs foram ganhas pela TVI, sempre com a SIC muito perto. A dupla formada por Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos conseguiu conquistar uma média de 376 624 telespectadores todos os dias e alcançar 18,9% de share com o formato ‘Dois às 10’, enquanto, na SIC, ‘Casa Feliz’, apresentado por João Baião e Diana Chaves, foi vista por uma média de 354 590 telespectadores e registou 17,6% de share, segundo dados da GfK (entre 4 e 28 de janeiro).

Entre as 10h00 e as 13h00, de segunda a sexta, a estação de Queluz de Baixo conseguiu atrair uma média de 376 349 pessoas e alcançou 19% de share. Já a SIC foi acompanhada por 342 582 telespectadores e teve 17,36% de share.

A situação inverte-se à tarde. Janeiro foi, também, o mês que marcou a estreia de Manuel Luís Goucha nas tardes da TVI. Contudo, os resultados não foram muito animadores. Mais uma vez, Júlia Pinheiro mostrou ser a rainha do ‘daytime’. Depois de ter arrasado Fátima Lopes e de ditado o fim do ‘Dia de Cristina’, ‘Júlia’ liderou o mês com uma média de 467 700 telespectadores e 16,1% de share, enquanto ‘Goucha’ alcançou uma média 449 300 telespectadores e 16% de share.
Ver comentários