Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

SIC perde recurso no caso ‘Supernanny’

Canal de Paço de Arcos está impedido de emitir formato sem autorização da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).
Duarte Faria 22 de Maio de 2020 às 08:43
A psicóloga clínica Teresa Paula Marques era a ‘Supernanny’ do programa da SIC, emitido em janeiro de 2018
A psicóloga clínica Teresa Paula Marques era a ‘Supernanny’ do programa da SIC, emitido em janeiro de 2018 FOTO: Direitos Reservados
Chegou ao fim o processo ‘Supernanny’. O Tribunal Constitucional (TC) confirmou a decisão do Supremo (STJ) sobre o programa da SIC, datada de 30 de maio de 2019, que sujeita a participação de menores em programas de televisão a autorização da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).

O canal de Paço de Arcos recorreu desta decisão mas, agora, o TC considerou que a norma não é inconstitucional. Significa isto que a SIC só pode voltar a emitir o programa que tinha a psicóloga clínica Teresa Paula Marques como figura central se a CPCJ autorizar.

Recorde-se, no entanto, que este organismo sempre se manifestou contra o formato - que estreou na SIC a 14 de janeiro de 2018 e do qual foram emitidos apenas dois episódios - por considerar que o mesmo tem "elevado risco" de "violar os direitos das crianças", nomeadamente o direito à reserva da vida privada.

No fim de janeiro de 2018, o canal de Francisco Pinto Balsemão foi obrigado a suspender a exibição de ‘Supernanny’ devido à polémica que se gerou e vários episódios, que já tinham sido gravados, ficaram na gaveta. Os pais das crianças foram chamados e acompanhados pelas CPCJ das respetivas áreas de residência.

Questionada pelo CM sobre a decisão do TC, fonte oficial da SIC recusou fazer comentários.

Em ‘Supernanny’, Teresa Paula Marques ia ao encontro das famílias para ajudar a controlar a rebeldia dos filhos e dar resposta aos apelos de pais e educadores.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)