Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

União Europeia pronta para atacar com Taxa Google

Macron aceitou adiar tributação para evitar as represálias de Trump.
Sónia Dias 26 de Janeiro de 2020 às 09:46
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Presidente francês, Emmanuel Macron
Emmanuel Macron
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Presidente francês, Emmanuel Macron
Emmanuel Macron
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Presidente francês, Emmanuel Macron
Emmanuel Macron

Apesar das ameaças de Donald Trump em impor novas tarifas de importação caso a Taxa Google avance na Europa, países como França, Itália, Espanha e Reino Unido garantiram que vão mesmo avançar com o polémico imposto digital caso a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) não chegue a um acordo até ao final do ano.

A aplicação de uma taxa sobre as receitas das gigantes tecnológicas tem sido um dos assuntos mais discutidos no 50º Fórum Económico Mundial de Davos, que se realizou nos últimos dias na Suíça. Nele, o presidente francês Emmanuel Macron e o líder norte-americano Donald Trump decidiram dar tréguas às divergências. Assim, Paris aceitou suspender o imposto até ao final deste ano e, em troca, os EUA concordaram em suspender as tarifas.

Por outro lado, França prometeu avançar novamente com a tributação digital no início de 2021 caso não exista uma proposta da OCDE. "Temos de encontrar uma solução credível a nível internacional para evitar que os países avancem sozinhos", disse o ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, acrescentando que os países da União Europeia partilham agora a "mesma visão".

Já o seu congénere italiano, Roberto Gualtieri, avançou que, se não existir um acordo global, a "Europa está preparada para avançar com uma solução comum". E conta com o apoio da ministra espanhola Nadia Calviño. "Para já, tem havido um progresso satisfatório por parte da OCDE, o que é muito positivo", disse a governante.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)