Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

União Europeia volta a investigar Google e Facebook

Investigações dizem respeito à forma como os dados são recolhidos, processados, usados e monetizados.
Sónia Dias 8 de Dezembro de 2019 às 10:03
Google
Facebook
Google
Facebook
Google
Facebook
A Comissão Europeia (CE), órgão executivo da União Europeia (UE), abriu uma nova investigação à Google e ao Facebook. Em causa está a "forma como os dados são recolhidos, processados, usados e monetizados, nomeadamente para fins publicitários", revelam os porta-vozes do organismo regulador, que pretendem perceber se os dois gigantes da internet restringem o acesso a dados por terceiros e, se o fazem, por que motivo.

"A CE enviou questionários como parte de uma investigação preliminar sobre as práticas das empresas relacionadas com a coleta e uso de dados. A investigação preliminar está em andamento", afirmou a mesma fonte. O foco desta operação são os dados relacionados com os serviços de busca local, publicidade online, segmentação de anúncios online, serviços de login e outros.

Entretanto, 41 sites de comparação de preços de 21 países europeus enviaram uma carta aberta à comissária europeia da Concorrência, Margrethe Vestager, a pedir que a CE tome medidas contra o que designam como o "constante abuso de poder da Google", empresa da Alphabet, à qual Bruxelas já aplicou multas no valor de 8,2 mil milhões de euros.

Ainda assim, os signatários dizem que nada mudou desde então. "Dois anos após a decisão, a concorrência nos mercados nacionais na comparação de compras não foi restabelecida", pode ler-se na carta. "A Google continua a reservar-se o direito de oferecer um serviço de comparação de compras diretamente nos resultados das pesquisas no seu motor de busca".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)