Barra Cofina

Coronavírus: Saiba o que comer para reforçar o sistema imunitário

Legumes, frutos vermelhos, gengibre e outros alimentos têm propriedades anti-inflamatórias.
6 de Abril de 2020 às 12:55
Alimentação saudável
Legumes xxx
Alimentação saudável
Legumes xxx
Alimentação saudável
Legumes xxx
Praticar uma alimentação saudável e equilibrada é sempre importante mas especialmente durante a pandemia de coronavírus que vivemos. É necessário ter atenção aos alimentos que ingere, para contribuir para um sistema imunitário forte.

"Em qualquer circunstância, é muito importante que qualquer um de nós tenha a consciência de manter o sistema imunitário nas melhores condições possíveis. Por isso é que nós, enquanto profissionais da saúde e da nutrição, falamos muito da prevenção, de manter um estilo de vida saudável", explicou a nutricionista Daniela Duarte à Women's Health.

Ter um sistema imunitário reforçado não significa que será invencível à covid-19, no entanto o corpo terá mais defesas para combater uma inflamação. "Quando existe uma inflamação existe uma resposta natural do organismo para combater esses agentes externos e, às vezes, também alguns internos. O que pode acontecer é tentar que exista uma solução para minorar esses agentes externos ou para ser mais fácil ultrapassar, caso o sistema imunitário consiga combatê-los de forma mais eficiente, se não vamos ter mais barreiras e, claro, é muito mais difícil esse combate", alertou Daniela.


O que deve comer 
para reforçar o sistema imunitário?

Existem alimentos que pode comer diariamente que têm uma ação anti-inflamatória. A nutricionista Daniela Duarte começa por recomendar o aumento do consumo de vegetais: "Os vegetais de folha verde escura, como os espinafres, as couves e os brócolos são ricos em vitamina E, que acaba por ser importante no combate à inflamação".

"Os frutos vermelhos, as cerejas, as amoras, as framboesas, os mirtilos e os morangos ajudam também a combater a inflamação", porque têm propriedades anti-inflamatórias.

"O gengibre contém uma substância que é o gingerol, que tem uma ação antioxidante e anti-inflamatória", explicou.

Alimentos com vitamina C como citrinos, pimento e kiwi são uma mais-valia, recorda a nutricionista.

Daniela explica que "hoje em dia há compostos como a moringa e maca, que são ricas em fitoquímicos, ou também a curcuma que pode adicionar a preparados e que tem propriedades antioxidante e anti-inflamatória".

Para quem está em casa de quarentena, a nutricionista alerta: "É muito importante apostarmos também na vitamina D. É uma vitamina essencial ao nosso dia-a-dia. Pode fazer sentido a suplementação em alguns casos, mas deve ser avaliada com um profissional da área".

A ingestão de água ao longo do dia é também uma mais valia para o sistema imunitário, relembra Daniela Duarte.
Notícias Recomendadas
Coronavírus

Mutações podem tornar a Covid-19 mais perigosa?

O novo coronavírus está a mudar em todo o mundo, Portugal incluído. E a mudança de material genético não é necessariamente má: ajuda a conhecer de onde veio o vírus, para onde vai, com que rapidez muda e se está a mudar para melhor, ou pior.

Médico em Casa

Zona afeta um em cada quatro

Maioria dos portugueses não sabe que está em risco de desenvolver a doença com origem na reativação do vírus da varicela.