Barra Cofina

Cientistas acreditam que vírus na China deve ter infetado mais de um milhar de pessoas

Artigo afirma que o surto de pneumonia viral afetou um número superior de pessoas relativamente ao que foi avançado pelas autoridades chinesas.
Por Lusa 18 de Janeiro de 2020 às 07:32
Cientistas
Cientistas FOTO: Getty Images
O número de pessoas infetadas com um vírus que matou duas pessoas na China ultrapassa provavelmente o milhar de casos e é muito superior àquele avançado pelas autoridades locais, segundo investigadores britânicos.

As autoridades chinesas disseram que o surto de pneumonia viral afetou pelo menos 41 pessoas e que o foco da epidemia está em Wuhan, uma cidade de 11 milhões de pessoas no centro da China.

Contudo, num artigo publicado na sexta-feira por cientistas de um centro de pesquisa do Colégio Imperial de Ciência, Tecnologia e Medicina de Londres aponta-se que o número de pessoas infetadas na cidade chinesa provavelmente deverá ser muito superior.

Notícias Recomendadas
Família

Parceiros em casa e rivais no trabalho

Evitam levar documentos para casa, mas chegam a pedir conselhos. Outros casais criaram a melhor regra contra a competição: não se fala de trabalho, nem ao jantar nem ao almoço