Barra Cofina

Estudo avança que nicotina contribui para cancro do pulmão formar metástases no cérebro

Análise descobriu que os fumadores de cigarros tinham incidência mais alta de cancro do cérebro.
Por Lusa 4 de Junho de 2020 às 18:40
Tabaco
Tabaco FOTO: Getty Images
Cientistas sugerem num estudo hoje publicado que a nicotina, substância não carcinogénea presente no tabaco, contribui para que o cancro no pulmão se dissemine no cérebro, formando metástases.

Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Wake Forest, nos Estados Unidos, examinou 281 doentes com cancro do pulmão e descobriu que os fumadores de cigarros - cujo número não é indicado - tinham uma incidência significativamente mais alta de cancro do cérebro.

Ao usarem o rato como modelo numa experiência de laboratório, a equipa verificou que a nicotina aumenta a formação de metástases no cérebro, ao atravessar a barreira hematoencefálica alterando os microgliócitos, células imunes do Sistema Nervoso Central.

Notícias Recomendadas
Família

Histórias de infidelidade em tempos de Covid-19

Na vida em casal, a convivência permanente pode ocasionar uma série de intempéries, à partida nada que não se resolva ou assim garantem os especialistas. O problema é quando o tal infortúnio veste o nome de infidelidade. Como lidar como uma traição que tem de ser gerida entre as quatro paredes de uma casa, e sem qualquer tipo de escape?

Menopausa

Fátima Lopes: “Cabe a nós mulheres, falarmos com orgulho da menopausa”

“Estou com a menopausa, e agora?”. De acordo com especialistas, esta é a questão que mais mulheres levantam quando se deparam com aquela nova fase das suas vidas. Em Mulheres sem Pausa, conversa-se acerca da Menopausa de forma descomprometida, sem receios ou preconceitos. Tal como deve ser.