Barra Cofina

Obrigação moral

Ricardo Baptista Leite: "Permanece a luta contra o vírus que nos tem privado da nossa liberdade."
Por Ricardo Baptista Leite 5 de Dezembro de 2020 às 00:30
Permanece a luta contra o vírus que nos tem privado da nossa liberdade. Hoje, aqueles que no século passado lutaram para conquistar essa mesma liberdade, e construir este País, não podem ser abandonados à sua sorte. São os mais velhos, os nossos pais e avós, muitos dos quais, por opção ou necessidade, num lar. São cerca de 100 mil idosos, em todo o País, dos quais 35 mil a residir em lares não reconhecidos pela Segurança Social, estima-se.

Os residentes de lares têm sido particularmente fustigados. Um terço das pessoas que morreram por Covid-19 em Portugal eram residentes em lares. Nove meses volvidos e o País continua a desconhecer onde estão e quem lá reside, particularmente no caso dos ilegais. Um aspeto positivo do plano da vacinação contra a Covid-19 foi o facto de se assumir que os residentes e funcionários serão vacinados nestes equipamentos residenciais, evitando deslocações desnecessárias e de risco. Porém, fica a pergunta: se não sabem onde estão os lares, como vão vacinar quem lá vive?

É urgente garantir um mapeamento de todas estas residências e evacuar as mesmas quando não têm condições para acolher os idosos em segurança. Cuidar de quem cuidou de nós não pode ser só um slogan. É uma obrigação moral.
Notícias Recomendadas