Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
8

Silêncio que se vai cantar o fado

Dez espaços de Lisboa e do Porto para ouvir o estilo musical, onde não falta o pão e o vinho sobre a mesa.
Tiago Ruas 1 de Novembro de 2016 às 09:00
O restaurante Adega Machado fica situado no coração do Bairro Alto
Enchidos, queijos  e caldo verde fazem as delícias na Tasca do Chico
A história d’O Faia remonta até 1947 e nos dias de hoje mantém-se como uma referência na noite lisboeta
Duetos da Sé é um espaço que oferece música com uma pitada de cultura
A Casa da Mariquinhas é a mais antiga casa de fados do Porto
O Fado é um restaurante familiar que cativa gente de todo o Mundo
O Café Luso é um icónico restaurante lisboeta que todos os dias oferece sessões de fado entre as 20h00 e as 02h00
É  no  histórico bairro  de  Alfama que se situa a pequena mas acolhedora  Mesa  de  Frades
Vinho e comida tradicional portuguesa são servidos com grande requinte no restaurante Senhor Vinho
O  fado faz-se ouvir todas as noites pelas vozes de várias gerações na Parreirinha de Alfama
O restaurante Adega Machado fica situado no coração do Bairro Alto
Enchidos, queijos  e caldo verde fazem as delícias na Tasca do Chico
A história d’O Faia remonta até 1947 e nos dias de hoje mantém-se como uma referência na noite lisboeta
Duetos da Sé é um espaço que oferece música com uma pitada de cultura
A Casa da Mariquinhas é a mais antiga casa de fados do Porto
O Fado é um restaurante familiar que cativa gente de todo o Mundo
O Café Luso é um icónico restaurante lisboeta que todos os dias oferece sessões de fado entre as 20h00 e as 02h00
É  no  histórico bairro  de  Alfama que se situa a pequena mas acolhedora  Mesa  de  Frades
Vinho e comida tradicional portuguesa são servidos com grande requinte no restaurante Senhor Vinho
O  fado faz-se ouvir todas as noites pelas vozes de várias gerações na Parreirinha de Alfama
O restaurante Adega Machado fica situado no coração do Bairro Alto
Enchidos, queijos  e caldo verde fazem as delícias na Tasca do Chico
A história d’O Faia remonta até 1947 e nos dias de hoje mantém-se como uma referência na noite lisboeta
Duetos da Sé é um espaço que oferece música com uma pitada de cultura
A Casa da Mariquinhas é a mais antiga casa de fados do Porto
O Fado é um restaurante familiar que cativa gente de todo o Mundo
O Café Luso é um icónico restaurante lisboeta que todos os dias oferece sessões de fado entre as 20h00 e as 02h00
É  no  histórico bairro  de  Alfama que se situa a pequena mas acolhedora  Mesa  de  Frades
Vinho e comida tradicional portuguesa são servidos com grande requinte no restaurante Senhor Vinho
O  fado faz-se ouvir todas as noites pelas vozes de várias gerações na Parreirinha de Alfama
Para quem procura uma noite diferente, as casas de fado abrem as portas a todos os sentidos, desde a audição ao paladar. O fado é cada vez mais uma excelente desculpa para conhecer alguns dos melhores restaurantes de Lisboa e do Porto.

Afinal, a tradição manda que este estilo musical tão português, que em 2011 foi elevado a Património Oral e Imaterial da Humanidade pela UNESCO, seja acompanhado de petiscos e de um copo de vinho.

Esta é, aliás, a ‘receita’ destes espaços, onde o preço da refeição inclui o espetáculo levado a cabo por alguns dos nomes mais conhecidos do fado em Portugal.

Por isso, aceite as nossas sugestões e prepare o corpo e espírito para se deixar levar pelo som da guitarra portuguesa e pelos aromas da comida tradicional.

Tradição e modernidade juntas no coração do Bairro Alto
Para ficar encantado, nem precisa de entrar no restaurante. A fachada do artista plástico Thomaz de Mello não passa despercebida aos olhares de quem passa numa das zonas mais alfacinhas de Lisboa.

Fundada em 1937 por Armando Machado e pela mulher fadista, Maria de Lourdes, a Adega Machado reinventou-se em junho de 2012. Esta icónica casa de fado conta com uma sala principal com capacidade para 95 pessoas, uma adega onde pode provar vinhos e petiscos gourmet e ainda um terraço ao ar livre para desfrutar um final de tarde em pleno.

Morada Rua do Norte, n.º 91, Lisboa
Telefone 213 442 282
Preço médio Entre 60 € e 90 €
Fadistas Marco Rodrigues, Isabel Noronha, Bárbara Santos e Pedro Moutinho

Sabores tradicionais para acompanhar o fado vadio
Chouriço e morcela assada são os reis da noite na Tasca do Chico. A estes dois petiscos juntam-se as vozes de quem gosta de cantar o fado – e desengane-se se pensa que tem de ter boa voz para subir ao palco deste pequeno mas inspirador espaço no Bairro Alto.

As paredes estão repletas de dezenas de posters, fotografias e quadros que lhe conferem um ar rústico, suscitando a curiosidade dos turistas (especialmente estrangeiros) que por ali passam.

O sucesso desta casa, fundada em 1993, que recebe fadistas amadores todas as segundas e quartas-feiras, já obrigou à abertura de um ‘clone’ em Alfama mas que mantém a mesma alma.

Morada Rua do Diário de Notícias, nº39, Lisboa
Telefone 961 339 696
Preço médio Entre 5 € e 15 €
Fadistas Sem artistas residentes

Sons e comida irrepreensíveis
Guitarras, quadros e azulejos conferem grande requinte a esta casa de fados situada no Bairro Alto, a que se junta uma ementa verdadeiramente gourmet, das entradas às sobremesas.

A história d’O Faia remonta até 1947 e nos dias de hoje mantém-se como uma referência na noite lisboeta. Aqui passaram nomes inconfundíveis do fado nacional como Carlos do Carmo e Camané.

Morada Rua da Barroca, n.º 54-56
Telefone 213 426 742
Preço médio Entre 60 € e 90 €
Fadistas Lenita Gentil, António Rocha, Anita Guerreiro, Paulo Ramos

Um espaço que oferece música com uma pitada de cultura
É junto à Sé de Lisboa que pode encontrar os Duetos da Sé - um espaço único e intimista que além do fado (e de outros estilos musicais) recebe com regularidade diversos eventos culturais, como exposições de pintura e de fotografia, apresentações de livros e até conferências. A principal atração da ementa são as ‘entradinhas’, mas não deixe de provar os pratos principais.

Morada Travessa do Almargem, 1B, Lisboa
Telefone 218 850 041
Preço médio Entre 10 € e 20 €
Fadistas Sem artistas residentes

O fado também se canta na Invicta
Situada bem perto da Sé do Porto, a Casa da Mariquinhas - a mais antiga casa de fados da cidade, fundada por Heitor Gil de Vilhena em 1968 e reaberta por Jorge Couto e Vítor Gonçalves em 2011, alia o requinte da comida tradicional portuguesa com algumas das vozes mais emergentes do fado a nível nacional.

Depois de já ter vencido o certificado de excelência do Trip Advisor em 2015 e 2016, esteve este ano nomeada pela revista ‘Luxury Travel Guide’ ao prémio de Melhor Restaurante e Bar do Porto. Aberta a partir das 20h00, pode aproveitar para degustar um petisco ou ficar mesmo para jantar, sendo que terá sempre a companhia do fado, exceto aos domingos e às segundas-feiras.

Morada Rua de São Sebastião, n.º 25
Telefone 915 613 877
Preço médio Entre 20€ e 40€
Fadistas Paulo Cangalhas e Fátima Couto

Restaurante familiar que cativa gente de todo o Mundo
Com uma decoração que faz transportar qualquer um até ao início do século XX – não estivesse este restaurante situado num edifício centenário da cidade do Porto –, O Fado faz jus ao seu nome, proporcionando grandes noites deste estilo bem português, num ambiente verdadeiramente acolhedor, onde o peixe é o grande chamariz da ementa.

Morada Largo de S. João Novo, n.º 16
Telefone 222 026 937
Preço médio Entre 20€ e 30€
Fadistas António Laranjeira e Patrícia Costa

Antiga adega que é hoje um restaurante
As antigas adegas e cavalariças do Palácio Brito Freire felizmente resistiram ao terramoto de 1755, para hoje serem palco do Café Luso - um icónico restaurante lisboeta que todos os dias oferece sessões de fado entre as 20h00 e as 02h00.

Apesar de ter sido criado em 1927, foi só em 1939 que abriu como casa de fado na sua atual localização. Em 1955 viveu um momento inesquecível, com a gravação ao vivo de Amália Rodrigues.

Morada Travessa da Queimada, n.º 10
Telefone 213 422 281
Preço médio Entre 60 € e 80 €
Fadistas Elsa Laboreiro, Yola Dinis, Catarina Rosa, Filipe Acácio

Um lugar místico para ouvir o fado
É no histórico bairro de Alfama que se situa a pequena mas acolhedora Mesa de Frades, que em tempos já foi uma capela. Os azulejos preenchem as paredes deste espaço, que cativa sobretudo os turistas estrangeiros.

O fado começa tarde (normalmente depois das 23h00) mas não é por isso que as vozes de quem o canta – que abrangem todo o tipo de idades – deixam de impressionar quem por ali passa.

Morada Rua dos Remédios, n.º 139 A, Lisboa
Telefone 917 029 436
Preço médio Entre 20 € e 40 €
Fadistas Sem artistas residentes

Pão e vinho sobre a mesa, com certeza
Como seria de esperar – não fosse Senhor Vinho o nome desta casa de fados – o néctar das uvas proveniente de várias regiões do País é o rei deste espaço inserido no bairro alfacinha da Madragoa.

Para acompanhar um bom vinho, nada melhor que a comida tradicional portuguesa, que aqui é servida com grande requinte. E, claro, como não podia deixar de ser, uma dose de fado que aqui é cantado todos os dias a partir das 21h00.

Morada Rua do Meio à Lapa, n.º 18
Telefone 213 972 681
Preço médio Entre 40 € e 60 €
Fadistas Aldina Duarte, Francisco Barreto, Vanessa Alves, Ana Margarida

Tradição mantém-se ao mais alto nível
É com um ambiente acolhedor que a Parreirinha de Alfama - uma das mais antigas casas de fado de Lisboa - recebe todos os dias os seus clientes, apesar do seu espaço limitado. Aqui pode desfrutar de deliciosos petiscos como carapauzinhos de escabeche e peixinhos da horta, mas deixe espaço para o prato principal.

O fado faz-se ouvir todas as noites pelas vozes de várias gerações, permitindo recordar a história e mostrar novos caminhos deste canto lusitano.

Morada Beco do Espírito Santo, n.º 1
Telefone 218 868 209
Preço médio Entre 30 € e 50 €
Fadistas Joana Veiga, Sérgio da Silva, Maria Proença, Pedro Galveias
Lisboa Porto UNESCO fado Bairro Alto Adega Machado Alfama
Ver comentários