Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Santa Casa da Misericórdia de Lisboa ajuda a atingir metas

Centros de Alto Rendimento recebem salas de estudo com recursos digitais. Novos equipamentos vão permitir desenvolvimento do desporto inclusivo.
25 de Março de 2021 às 07:55
Vista aérea do Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho onde se treina canoagem, remo e natação
Na Serra da Estrela há ski adaptado
Uma atleta a usar uma cadeira adaptada na Serra da Estrela
O CAR de Vila Real de Santo António
O sucesso no desporto passa também pela qualidade dos técnicos
Vista aérea do Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho onde se treina canoagem, remo e natação
Na Serra da Estrela há ski adaptado
Uma atleta a usar uma cadeira adaptada na Serra da Estrela
O CAR de Vila Real de Santo António
O sucesso no desporto passa também pela qualidade dos técnicos
Vista aérea do Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho onde se treina canoagem, remo e natação
Na Serra da Estrela há ski adaptado
Uma atleta a usar uma cadeira adaptada na Serra da Estrela
O CAR de Vila Real de Santo António
O sucesso no desporto passa também pela qualidade dos técnicos

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) renovou o protocolo de cooperação de desenvolvimento desportivo com a Fundação do Desporto (FD).

Esta parceria foi iniciada em 2017 sendo a SCML curadora da FD e parceira para o fomento do desporto português, nos domínios da prática desportiva especializada e de alto rendimento, dos eventos nacionais e internacionais, dos projetos de educação, formação, capacitação de atletas e dos recursos humanos dos Centros de Alto Rendimento (CAR) e no desporto para pessoas com deficiência.

Face à situação de emergência sanitária verificada ao longo do último ano, o apoio da SCML alargou-se à prevenção da propagação da pandemia. "Urgia encontrar soluções de profilaxia e a SCML, desde a primeira hora, mostrou-se disponível para colaborar com a FD na distribuição de material específico por toda a Rede Nacional CAR, designadamente, scan’s de leitura de temperatura corporal, viseiras, máscaras, dispensadores de gel/álcool de pedal, num valor global de 20 mil euros para as 14 unidades certificadas", afirmou Paulo Frischknecht, Presidente do Conselho de Administração da Fundação do Desporto.

Sobre as medidas de Apoio à Emergência e Segurança - Controlo de Saúde nos CAR, Maria da Cunha, Sub-diretora da Direção de Comunicação e Marcas da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, defende que "é missão da SCML colaborar na modernização e progressiva melhoria das condições de funcionamento dos estabelecimentos sociais públicos e privados. Este apoio é um bom exemplo do compromisso social dos Jogos Santa Casa no combate à pandemia."

Salas de Estudo

No eixo de apoio a projetos de educação, formação, capacitação e qualificação pelo desporto", o investimento foi direcionado para um programa que permitirá a instalação de salas de estudo (digital rooms) nos Centros de Alto Rendimento (CAR). "As salas possibilitam a atletas nacionais e estrangeiros conectarem-se com as suas escolas, estabelecimentos de ensino superior, professores ou tutores. Depois de uma iniciativa piloto no CAR de Rio Maior, desde 2020 que estão a ser instaladas três salas nos CAR de Viana do Castelo, Montemor-o-Velho e Vila Real de Santo António. Para 2021, sempre em parceria com a SCML, foi já aprovado o reforço desta medida que permitirá contemplar igualmente mais cinco unidades CAR. A ideia é ter em 2023 toda a rede abrangida e devidamente valorizada com mais esta funcionalidade", anunciou Frischknecht.

Estas salas de estudo vão permitir maior articulação com as equipas multidisciplinares das UAARE, (Unidades de Apoio ao Alto Rendimento na Escola), que providenciam suporte escolar especializado aos alunos-atletas, (ensino à distância, produção de recursos educativos digitais e guiões de aprendizagem, etc), para que estes consigam conciliar o sucesso desportivo e escolar.

Deste pacote, faz parte o fornecimento de mobiliário específico, quadros interativos, monitores televisivos especializados ao ‘mobile learning’, computadores, software específico e acessórios diversos e complementares tais como, routers, microfones, câmaras de videoconferência, impressoras, diferentes suportes de armazenamento, entre outros.

Permitirá, ainda, a integração nos CAR do programa ‘Mobile Learning’ como estratégia pedagógica indutora de inclusão.

Com vista à promoção do ciclismo para pessoas com deficiência foram igualmente adquiridas quatro bicicletas Tandem para o desenvolvimento de um programa de promoção do Paraciclismo e a cadeira de ski adaptada, com vista ao desenvolvimento de um programa de promoção da prática regular de desportos de inverno por pessoas com deficiência. Este equipamento encontra-se no complexo de desportos de inverno da Serra da Estrela.

Sobre o desporto inclusivo, Paulo Frischknecht explica que "Portugal é um País fortemente tolerante e, não podendo ser exceção, o desporto não deve ser nunca percecionado ou dissociado do espartilho da realidade que enquadra todos os setores de atividade da sociedade contemporânea".

Apoios promovem desenvolvimento social pelo desporto

O protocolo de cooperação celebrado entre a Fundação do Desporto (FD) e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) assenta "em pontos comuns vertidos na missão e valores de ambas as entidades",  faz questão de explicar  ao ‘CM’, Paulo Marcolino, diretor Executivo da Fundação do Desporto.

Considerando as necessidades crescentes de colaboração e articulação institucional, por parte das organizações com objetivos estatutários e missões focalizadas no desenvolvimento social, civilizacional e económico, a FD e a SCML decidiram, de acordo com o responsável "desenvolver formas de colaboração e intercâmbio mútuos em áreas de reconhecido interesse público, científico, técnico e prático, em especial no que concerne à promoção da saúde, da educação, qualificação e formação e em prol da cidadania".

Atendendo a este objetivo comum, o protocolo celebrado entre a Fundação e a SCML prevê o financiamento a atividades muito diferentes, em vários eixos que são pilares para o desenvolvimento social.

"Desta parceria fazem parte o apoio a projetos de educação, formação, capacitação e qualificação pelo desporto, mas não só. Integra o desporto para pessoas com deficiência, incapacitadas ou com mobilidade reduzida; o financiamento a projetos desportivos inovadores de âmbito e cariz social e sociocultural; o desenvolvimento de projetos de comunicação na área do desporto e o investimento na investigação, ciência, publicações e edições", enumerou  Paulo Marcolino.

Recursos humanos melhor formados

No eixo do apoio da SCML à ‘Capacitação e Qualificação’ foram concedidas quatro bolsas de estudos pós-graduados num concurso interno destinado aos recursos humanos dos CAR. O montante foi de 2 500 euros por bolsa, com uma dotação total no valor de 10 mil euros. Para Maria da Cunha, Sub-diretora da Direção de Comunicação e Marcas da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, "nunca é demais afetar recursos na área da educação e da formação profissional".

"A Santa Casa, através do Departamento de Jogos tem um programa de Bolsas de Educação que já promove, desde 2013, de apoio às carreiras duais, para os atletas de alto rendimento que estão na caminhada olímpica, paralímpica e surdolímpica. Estamos, naturalmente, bastante satisfeitos por poder estender, também, aos profissionais da gestão do desporto da rede nacional dos CAR este instrumento de apoio à capacitação e qualificação destes recursos humanos para que possam ter outras ferramentas e desenvolver novas dimensões no âmbito da sua formação especializada", afirmou a responsável da SCML.