Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

40 anos/Timor-Leste: Regresso de Portugal foi para branquear imagem - Eurico Guterres

Lusa 4 de Dezembro de 2015 às 03:00

O ex-líder das milícias pró-Indonésia Aitarak, Eurico Guterres, acusa Portugal de ter "roubado" os timorenses durante 450 anos de colonização, e o regresso em 1999 visou branquear a imagem deixada "com a forma irresponsável" como saiu em 1975.

"Portugal colonizou o povo de Timor-Leste durante 450 anos. O que é que Portugal fez? Nada!", acusou o ex-guerrilheiro, em entrevista à agência Lusa, considerando que "o que Portugal fez foi roubar os direitos do povo" e, depois, "em 1975, Portugal, de forma irresponsável, deixou a população de Timor-Leste".

"Esse é o erro, pecado cometido por Portugal, que não pode ser aceite, mesmo quando eles regressaram a Timor-Leste, em 1999, como se fossem anjos", considerou.