Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Empresa russa está fazer "diligência técnica" a helicópteros Kamov parados em Portugal há vários anos

Anúncio foi feito pelo ministro da Administração Interna Eduardo Cabrita. Aparelhos são usados no combate aos fogos.
Lusa 13 de Abril de 2021 às 21:34
Kamov estão em terra
Helicópteros Kamov são usados para o combate aos fogos florestais, mas estão parados
Helicóptero Kamov
Kamov estão em terra
Helicópteros Kamov são usados para o combate aos fogos florestais, mas estão parados
Helicóptero Kamov
Kamov estão em terra
Helicópteros Kamov são usados para o combate aos fogos florestais, mas estão parados
Helicóptero Kamov
O ministro da Administração Interna disse esta terça-feira que representantes da empresa russa estão neste momento em Portugal para fazer "uma diligência técnica" aos seis helicópteros Kamov comprados pelo Estado em 2006 e que estão parados há vários anos.

"Neste momento está a ser feita uma diligência técnica com a presença em Portugal dos representantes da empresa fabricante" disse Eduardo Cabrita, na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantia.

Em resposta ao deputado do PSD Duarte Marques, o ministro avançou que esta perícia que está a ser feita pelo fabricante russo foi solicitada pelo Ministério da Defesa Nacional.

Sobre o futuro destes aparelhos, o ministro remeteu uma resposta para a Força Aérea, entidade que tem a responsabilidade dos meios aéreos de combate a incêndios desde 2018.

"Cabe em última análise à Força Aérea decidir", sustentou.

Dos seis Kamov do Estado, um está acidentado desde 2012, outros dois estão para reparação desde 2015 e os restantes três estão inoperacionais desde o início de 2018.

Portugal Kamov Estado política questões sociais partidos e movimentos
Ver comentários