Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Tenta matar filho recém-nascido

Espanhola acusada de tentativa de homicídio do filho incorre em 12 anos de prisão.
7 de Novembro de 2014 às 18:58
Vizinha que deu o alerta julgava que o barulho era de um gato
Vizinha que deu o alerta julgava que o barulho era de um gato FOTO: Pedro Noel da Luz

O Ministério Público pediu esta sexta-feira, numa audiência no tribunal de Alicante, 12 anos de prisão para uma mulher suspeita de tentativa de homicídio do seu filho recém-nascido.


O bebé foi encontrado vivo em junho de 2013, ainda com a placenta e o cordão umbilical, 40 horas depois do nascimento. O alerta às autoridades foi dado por uma vizinha, que julgava que o barulho era de um gato.

A sentença será anunciada na próxima semana, refere a agência espanhola Efe.


Deixou filho num saco
Segundo a acusação, a criança nasceu em casa e a mãe colocou-o num saco e deitou-o num saguão próximo. A mãe foi detida no hospital, onde tinha dado entrada no dia do parto apresentando sinais de uma forte hemorragia mas sem explicar qual a causa.


O bebé foi recolhido pelos bombeiros e levado para uma unidade do Serviço de Assistência Médica Urgente, tendo sido transferido para os cuidados intensivos do hospital de Alicante. 
A mulher está acusada de tentativa de homicídio qualificado, por razões de parentesco.

Ministério Público Alicante mãe matar filho recém-nascido
Ver comentários