Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

EUA admitem ter morto por engano 10 civis, incluindo sete crianças, em ataque com drone em Cabul

Alegados explosivos em porta-bagagens de carro eram apenas garrafas de água. 
Correio da Manhã 17 de Setembro de 2021 às 20:17
Rocket atinge zona residencial em Cabul perto do Aeroporto
Rocket atinge zona residencial em Cabul perto do Aeroporto FOTO: Direitos Reservados

Os Estados Unidos admitiram esta sexta-feira que o ataque de drones em Cabul, no Afeganistão, pouco antes da retirada, mataram cerca de 10 pessoas inocentes, incluindo sete crianças e um familiar de um militar norte-americano.

"É improvável que a viatura e aqueles que morreram estivessem ligados ao ISIS-K", ou representassem "uma ameaça direta às forças dos EUA [Estados Unidos da América]", disse o general Kenneth McKenzie, líder do Comando Central das forças norte-americanas no Afeganistão, assumindo a responsabilidade pelo "trágico erro".

Os militares alegaram que o objetivo era atingir um Toyota sedan branco que continha explosivos no porta-bagagens. Contudo, investigadores concluiram que o carro não representou nehuma ameaça, uma vez que não estava carregado com explosivos como na altura se pensou. 

Os alegados explosivos eram apenas garrafas de água. 

O ataque ocorreu no passado dia 29 de agosto, numa área habitacional da capital afegã. 

Ver comentários