Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Homem a beber na rua recusa voltar para casa, agride PSP e acaba detido

Suspeito estava com grupo a desrespeitar confinamento e recusou desmobilizar. Resistiu à detenção.
Lusa 18 de Fevereiro de 2021 às 13:39
PSP
PSP FOTO: Direitos Reservados
Um homem de 30 anos foi detido na terça-feira, na freguesia de Santa Clara, em Lisboa, por ser suspeito da prática do crime de desobediência, resistência e coação e injúrias dirigidas a um agente de autoridade, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP avançou que durante um patrulhamento no Largo das Galinheiras deu conta de um grupo de seis pessoas na rua, entre as quais o detido, em desrespeito por algumas normas do estado de emergência, nomeadamente o consumo de álcool na via pública.

As autoridades abordaram o grupo e questionaram os motivos de se encontrarem na rua, tendo estes recusado dar explicações ao mesmo tempo que ignoravam a intervenção policial, de acordo com as autoridades.

Como não havia motivo válido para a permanência na via pública, a polícia deu ordem para que as pessoas regressassem às suas casas, tendo o detido desobedecido à ordem de forma expressa, enquanto os restantes foram, lentamente, abandonando o local.

Tendo sido esclarecido da legislação em vigor e recusando-se a abandonar o local, as autoridades informaram o homem de que incorria no crime de desobediência. Como se recusou a abandonar o local foi detido.

Quando as autoridades tentavam colocar o homem na viatura da polícia, este resistiu a entrar, tendo empurrado os polícias e colocado igualmente os pés na viatura para evitar a entrada no carro.

Ao mesmo tempo, as pessoas que tinham estado a conviver com o homem, e outros que se encontravam nas imediações, aproximaram-se para tentar evitar a ação da PSP, pelo que foi necessário acionar mais meios para apoio.

Já no interior da viatura, o detido deu vários pontapés nas portas desta, para evitar que esta se fechasse, tendo durante toda a ação proferido diversas injúrias aos elementos envolvidos.

O detido foi transportado até à esquadra, tendo sido posteriormente libertado e notificado para comparecer em tribunal.

No âmbito da pandemia de covid-19 entrou em vigor na segunda-feira o 11.º estado de emergência em Portugal, que vai vigorar até ao próximo dia 1 de março.

Entre as várias medidas, existe o dever geral de recolhimento domiciliário, exceto para um conjunto de deslocações autorizadas, e obrigatoriedade de adoção do regime de teletrabalho, sempre que as funções em causa o permitam.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários