Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Iniciada investigação pública sobre a morte de Litvinenko

Juiz britânico sublinhou importância de esclarecer eventual responsabilidade da Rússia no seu envenenamento.
31 de Julho de 2014 às 14:00

O juiz britânico Robert Owen iniciou esta quinta-feira a investigação pública sobre a morte em 2006, em Londres, do ex-espião russo Alexander Litvinenko e sublinhou a importância de esclarecer a eventual responsabilidade da Rússia no seu envenenamento.

O magistrado presidiu esta quinta-feira à sessão formal de abertura da investigação numa sala do Tribunal superior de Londres e na presença da mulher do antigo agente, Marina Litvinenko.

A investigação foi ordenada recentemente pela ministra britânica do Interior, Theresa May, após uma intensa campanha de Marina para esclarecer as circunstâncias da morte do seu marido, envenenado com a substância radioativa 'polónio-210' contida numa chávena de chá que tomou num hotel.

envenenamento robert owen rússia espião alexander litvinenko investigação pública
Ver comentários