Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Maddie: Carrinha de suspeito analisada

A carrinha usada por Raymond Hewlett, suspeito do rapto de Maddie MacCann segundo a imprensa britânica, vai ser analisada ao pormenor a fim de se verificar se há algum vestígio ou pistas que possam indicar o que aconteceu na noite de 3 de Maio de 2007.
29 de Junho de 2009 às 12:26
Raymond Hewlett, pedófilo britânico suspeito no caso Maddie
Raymond Hewlett, pedófilo britânico suspeito no caso Maddie FOTO: d.r.

O jornal britânico ‘The Sun’ noticiou que a carrinha Dodge azul amolgada foi identificada pela polícia na Alemanha, onde Raymond Hewlett se encontra a receber tratamento para combater um cancro.

 

Um detective privado contactado pelo ‘The Sun’ lembra que “um simples cabelo ou uma fibra de tecido podem fornecer a informação pela qual todos estão desesperados”.

 

De acordo com o jornal ‘Sunday Mirror’ uma testemunha afirmou que Raymond Hewlett admitiu ter estado várias vezes perto dos apartamentos onde os McCann passavam férias na Praia da Luz.

No entanto, Hewlett, de 64 anos, que na altura vivia em Tavira, afirma que quando a criança foi dada como desaparecida pelos pais encontrava-se a alguns quilómetros de distância, embora se recuse a identificar a pessoa com quem estava na altura e que poderia confirmar o seu álibi. Hewlwtt chegou a ser interrogado pela polícia portuguesa.

Ver comentários