Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Museu exibe pénis de homem que morreu com ereção

Museu no leste de Londres revelou o item mais “estranho” de sempre - uma erecção mumificada.
28 de Junho de 2017 às 17:40
Pénis mumificado, no Museu de Curiosidades de Viktor Wynd
Pénis mumificado, no Museu de Curiosidades de Viktor Wynd
Pénis mumificado, no Museu de Curiosidades de Viktor Wynd
Pénis mumificado, no Museu de Curiosidades de Viktor Wynd
Pénis mumificado, no Museu de Curiosidades de Viktor Wynd
Pénis mumificado, no Museu de Curiosidades de Viktor Wynd

O Museu de Curiosidades do Viktor Wynd, Belas Artes e História Natural, adicionou o pénis à sua incomum colecção de exposições.

A peça de arte pertencia a um inglês do século 18, que ficou com uma ereção quando foi enforcado.

A falta de oxigénio no cérebro, causada pelo método de enforcamento, leva muita vezes a ereções, ao que tecnicamente se chama de priapismo. A "ereção da morte", pode ocorrer pós-falecimento.

Esta atração, em Hackney, East London, vem acompanhada de outros inúmeros animais mumificados, antigos brinquedos sexuais chineses, um crânio de um ciclope e um jarro de fezes da cantora Amy Winehouse.

Embora esteja a causar grande polémica por todos os que visitam a exposição, Viktor Wynd, director do museu, afirma que "os homens, quando enforcados, frequentemente ejaculam" e que "isto é uma peça de arte".

A verdade é que, como adianta Viktor, "nas culturas antigas, algumas partes do corpo, quando mumificadas, tinham propriedades mágicas". Neste sentido, existem também as "mãos da glória", mãos mumificadas de indivíduos que foram enforcados.  

pénis ereto homem Londres Reino Unido museu
Ver comentários