Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Cubanos prestam homenagem a Fidel em Havana

Cidade recebe líderes da América Latina e África.
Lusa 30 de Novembro de 2016 às 04:40
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política
América Latina e África, praça da Revolução, Havana, Fidel Castro, Biblioteca Nacional, Raul Castro, Presidente do Equador, Rafael Correa, Venezuela, Nicolás Maduro, Bolívia, Evo Morales, Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Governo de Angola, Alexis Tsipras, Guerra Fria, Rússia, China, Irão, Fulgencio Batista, Santiago de Cuba, política

Milhares de cubanos e líderes da América Latina e África concentraram-se na praça da Revolução, em Havana, na noite de terça-feira, antes de as cinzas de Fidel Castro serem levadas a percorrer o país.

"Longa vida à revolução!" e "Fidel! Fidel!" foram alguns dos 'slogans' escutados na praça da Revolução, local onde o antigo líder cubano proferiu muitos dos seus longos discursos.

Uma imagem de grande dimensão do antigo líder cubano, jovem e de barba comprida, com uniforme militar e espingarda, foi colocada na Biblioteca Nacional, enquanto o seu irmão e sucessor, Raul Castro, acenava à multidão.

O Presidente do Equador, Rafael Correa, elogiou a ideologia de Castro, lançando à multidão: "Continuaremos a lutar por estes ideais. Juramos!".

Já o líder da Venezuela, Nicolás Maduro, considerou que Fidel permanece "invicto" e está "absolutamente absolvido pela história".

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse que o líder da revolução cubana "não morreu", "está mais vivo do que nunca" e é "mais necessário do que nunca", sublinhando que "Fidel mostrou ao mundo que não há um império perpétuo nem poder imperial".

Também o Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, enalteceu Castro como "um dos grandes heróis do século XX", citando a sua oposição ao 'apartheid' e o destacamento de tropas cubanas para apoiar o Governo de Angola contra os rebeldes em 1975.

Já o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, considerou que o líder cubano mostrou ao mundo que "o caminho do socialismo não está coberto de rosas", permitindo a outros países aprender com "os seus feitos e reveses".

Mas muitos líderes mundiais evitaram o tributo, destacando o legado dividido de uma figura central da Guerra Fria. Até os presidentes de nações amigas como a Rússia, China e Irão não estiveram em Havana para esta homenagem oficial, tendo optado por enviar representantes.

Fidel Castro -- que governou desde 1959 até entregar o poder ao seu irmão em 2006 -- morreu na sexta-feira aos 90 anos. A causa da morte não foi ainda anunciada.

Depois das cerimónias de terça-feira em Havana, a urna com as cinzas de Fidel Castro será levada numa "caravana da liberdade" por todo o país, reconstruindo a rota realizada pelo seu movimento de guerrilha para celebrar a revolução que acabou com o regime de Fulgencio Batista em 1959 e instaurou o comunismo em Cuba.

As comemorações terminam no sábado, quando a urna chegar à cidade de Santiago de Cuba, onde Marti, o herói da independência alcançada no século XIX, está sepultado.

Ver comentários