Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Padre Estêvão trocou Viana pelo leste de Angola há meio século e por ali conta ficar

Lusa 28 de Fevereiro de 2018 às 05:00

A paróquia é dedicada a Nossa Senhora de Fátima, com um santuário, e é dirigida por um padre beneditino de Viana do Castelo que vive num palacete construído por portugueses, mas tudo se passa na aldeia de Moxico Velho.

A 1.300 quilómetros de Luanda, Angola, o padre Estêvão, de 83 anos, missionário beneditino em Angola desde 1962, recebe a Lusa no seu palacete do tempo colonial, votado ao abandono: "Vi Ana no Castelo e ficou a ser Viana do Castelo. Lá de cima de Santa Luzia".

Sorridente, começa por recordar a terra natal, o rio Lima e o santuário de Santa Luzia, que não vê há mais de meio século.