Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Óscares chegam esta madrugada com expetativa de recordes e polémica

Hollywood entrega os troféus mais cobiçados do cinema em clima de contestação a Trump.
Lusa 26 de Fevereiro de 2017 às 06:25
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Tudo a postos em Los Angeles para a grande cerimónia de entrega dos Óscares
Óscares

Os prémios norte-americanos de cinema Óscares são atribuídos este domingo em Los Angeles (a cerimónia arranca às 16h00 locais, 00h00 de segunda feira em Lisboa), numa cerimónia marcada pela expectativa em torno de potenciais recordes batidos e discursos políticos.

A lista de nomeados da 89.ª edição tem como destaque "La La Land: Melodia de amor", o musical de Damien Chazelle que é um tributo ao cinema de Hollywood e que conta com 14 nomeações, além de "Moonlight", drama de Barry Jenkins, com oito nomeações.

"La La Land" está nomeado na maioria das categorias, incluindo melhor filme, realização, argumento original e banda sonora, tem ainda uma dupla nomeação para melhor canção e para a representação, com o par Ryan Gosling e Emma Stone.

Se Damien Chazelle vencer o prémio de melhor realização será, aos 32 anos, o mais novo realizador a ser distinguido nesta categoria, podendo o filme bater outro recorde, se ultrapassar as 11 estatuetas que são o atual máximo conseguido por filmes como "Titanic", "Ben-hur" e "O Senhor dos Anéis: O Regresso do Rei".

"Moonlight" poderá equilibrar as contas dos Óscares, em particular pela prestação do ator Mahershala Ali, como ator secundário, e pelo argumento, a partir de uma história de Tarell Alvin McCraney.

No Óscar de melhor realização dominam as estreias: Damien Chazelle, Tom Ford ("Animais Noturnos"), Barry Jenkins ("Moonlight") e Kenneth Lonergan ("Manchester by the sea"), com o repetente Mel Gibson ("O Herói de Hacksaw Ridge") pelo meio.

Para melhor filme foram nomeados "Primeiro Encontro", "Vedações", "O Herói de Hacksaw Ridge", "Hell or High Water - Custe o que custar!", "La La Land", "Lion - A longa estrada para casa", "Manchester by the sea" e "Moonlight".

A disputar o Óscar de melhor ator principal estão Ryan Gosling ("La La Land"), Casey Affleck ("Manchester by the sea"), Denzel Washington ("Vedações"), Andrew Garfield ("O Herói de Hacksaw Ridge") e Viggo Mortensen ("Capitão Fantástico").

Na categoria de melhor atriz principal estão Isabelle Huppert ("Ela"), Meryl Streep - nomeada pela 20.ª vez com "Florence, uma diva fora de tom" -, Natalie Portman ("Jackie"), Ruth Negga ("Loving") e Emma Stone.

Se Meryl Streep vencer, poderá igualar o recorde de quatro Óscares conquistados por Katherine Hepburn. A atriz poderá ainda aproveitar o discurso de agradecimento para voltar a criticar a administração norte-americana de Donald Trump.

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, já fez saber que o presidente dos Estados Unidos não deverá assistir à cerimónia, que será apresentada pela primeira vez pelo humorista Jimmy Kimmel.

Esta edição fica ainda marcada pela diversidade racial, refletida em várias categorias, à frente e atrás das câmaras, há muito exigida por Hollywood.

Denzel Washington e Viola Davis ("Vedações"), Ruth Negga ("Loving"), Mahershala Ali e Naomie Harris ("Moonlight") e Octavia Spencer ("Elementos secretos"), todos nomeados em categorias de representação, espelham essa diversidade racial.

Pela primeira vez, uma mulher afro-americana, Joi McMillon ("Moonlight"), foi nomeada para o Óscar de melhor montagem, e Bradford Young ("Primeiro Encontro") é o segundo diretor de fotografia negro a ser nomeado na história dos prémios.

Nos quase 90 anos de história dos Óscares, nenhum realizador ou realizadora negra venceu a estatueta dourada de melhor realização.

Em 1940, na 12.ª edição dos Óscares, a Academia de Hollywood distinguia pela primeira vez um artista negro, com o reconhecimento do desempenho da atriz Hattie McDaniel, na criada de "E tudo o vento levou" (1939).

Em 1964, Sidney Poitier foi o primeiro negro a receber o Óscar de melhor ator, pelo desempenho em "Os lírios do vale", de Ralph Nelson (1963).

oscar cinema óscares prémios hollywood prémiso trump la la land recordes
Ver comentários