Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Judocas da Geórgia saíram da aldeia olímpica para fazer turismo e foram expulsos dos Jogos

Dois atletas protagonizam as primeiras expulsões dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 por incumprimento das normas.
Lusa 31 de Julho de 2021 às 11:34
 Vazha Margvelashvili
Lasha Shavdatuashvili
 Vazha Margvelashvili
Lasha Shavdatuashvili
 Vazha Margvelashvili
Lasha Shavdatuashvili
Dois judocas medalhados da Geórgia foram expulsos dos Jogos Tóquio2020 por terem saído da aldeia olímpica para fazer turismo, violando as regras impostas devido à pandemia de covid-19, anunciou hoje a organização.

"Ninguém pode sair da aldeia olímpica para fazer turismo", afirmou Masanori Takaya, porta-voz do comité organizador, sem divulgar o nome dos atletas envolvidos, aos quais foram retiradas as acreditações, o que os impede de entrarem na aldeia e nos locais de competição.

Pouco depois, o Comité Olímpico da Geórgia indiciou à agência noticiosa japonesa Kyodo que os atletas em causa são Lasha Shavdatuashvili e Vazha Margvelashvili, que conquistaram medalhas de prata nas categorias -73 kg e -76 kg em Tóquio2020.

Na terça-feira, os dois atletas, vestindo camisolas com o nome do seu país, saíram da aldeia olímpica para visitar vários pontos turísticos da capital nipónica, tendo sido fotografados pela imprensa japonesa.

Os dois judocas protagonizam as primeiras expulsões dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 por incumprimento das normas impostas pelo comité organizador na sequência da pandemia de covid-19, que no verão passado obrigou ao adiamento da competição.

Geórgia Tóquio2020 desporto eventos desportivos Jogos Olímpicos de Verão
Ver comentários