Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Venezuelanos e colombianos questionam encerramento de fronteira comum

De acordo com o governo venezuelano, o contrabando na fronteira faz sair do país 40% de bens essenciais e 100.000 barris de petróleo por dia, gerando perdas anuais de 3,65 mil milhões de dólares.

11 de Agosto de 2014 às 20:08

Venezuelanos e colombianos questionaram esta segunda-feira a decisão do Governo do presidente Nicolás Maduro de encerrar, a partir desta segunda-feira, os 2.200 quilómetros de fronteira entre a Venezuela e a Colômbia, para alegadamente combater o contrabando de produtos e de gasolina. "Encerrar a fronteira para evitar o contrabando é como pôr cercos nas cidades para evitar o crime.

Naturalmente que os criminosos vão encontrar alternativas para passar pelas centenas de 'trochas' (veredas) que há para a Colômbia", disse o presidente da Câmara Municipal de Carrizal, o luso-descendente José Luís Rodrigues.

Venezuelanos colombianos questionam encerramento fronteira comum
Ver comentários