Barra Cofina

Correio da Manhã

Comunicados de Imprensa
2

As cidades inteligentes são mais criativas?

Como se conta a inovação? Qual é a narrativa das cidades inteligentes?
7 de Novembro de 2018 às 18:16

Quais são os discursos das industrias criativas? Quais os canais de distribuição e de negócio do futuro?

Na próxima quinta feira de 8 de novembro às 10:00 no Teatro Eva Herz, em São Paulo um painel internacional de oradores vai procurar respostas para estas perguntas.

O Painel Smart Cities, Inovação e Indústrias Criativas: Brasil e Portual, está integrado no MicBR o maior evento do Mercado das Industrias Criativas na América do Sul, onde um conjunto de especialistas vai debater as oportunidades que a inovação e as cidades inteligentes colocam às industrias criativas.

Será à volta de três áreas principais: Internet das Coisas (objetos com capacidades comunicacionais avançadas), Big Data (processamento e análise de grandes quantidades de informação) e Governança Algorítmica (gestão e planejamento com base em ações construídas por algoritmos aplicados à vida urbana) que vários especialistas em matérias como smart cities, media, design e responsáveis por políticas publicas, vão debater como se podem criar condições de sustentabilidade, melhoria das condições de existência das populações e fomentar a criação de uma economia criativa pela gestão baseada em análise de dados.

Em representação de Portugal, José Manuel Diogo, especialista em Media Intelligence e Diretor de Negócios, dará a conhecer o potencial da Plataforma para o mercado global das industrias criativas.

Uma Plataforma que, mais do que um órgão de comunicação social: é um espaço de comunicação direta, uma rede de contatos, um instrumento de leitura e interpretação de dados estatísticos, um local de prestação de serviços e um ponto de divulgação de produtos relevantes para todos os que falam português ou pretendem estabelecer laços com populações da língua portuguesa. A Plataforma tem uma versão por cada território de língua portuguesa e edições diárias em Portugês, Inglês e Mandarim.

Participam ainda Caetana Franarin, da Secretaria Adjunta de Esporte, Turismo e Lazer de Brasília; Pedro Somma, Secretário Adjunto do Trabalho e Empreendedorismo da cidade de São Paulo, Anabela Cunha, Curadora geral do Itinerâncias da Lusofonia; Carlos Martins, da Opium, especialista em industrias criativas, Joice Joppert Leal da Objeto Brasil e Renato Herzog do Museu da Pessoa. A sessão será coordenada por Daniel Mendes.

Ver comentários