Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Cabo Verde completa 10 semanas sem óbitos associados à Covid-19

Número de casos ativos de Covid-19no país subiu na última semana de 14 para 19.
Lusa 2 de Maio de 2022 às 20:03
Vacinação contra a Covid-19 em África
Vacinação contra a Covid-19 em África FOTO: REUTERS/Luc Gnago
O número de casos ativos de Covid-19 em Cabo Verde subiu na última semana de 14 para 19, mas há 10 semanas que o arquipélago não regista qualquer óbito por complicações associadas à doença, indicam dados oficiais.

Dados divulgados esta segunda-feira pelo Ministério da Saúde de Cabo Verde referem que desde o início da pandemia no país, em 20 de março de 2020, o arquipélago somou 56.028 casos de Covid-19, que provocaram 401 óbitos, o último dos quais ocorreu em 22 de fevereiro.

De acordo com os mesmos dados, nos últimos 14 dias (18 de abril a um de maio), os laboratórios nacionais analisaram 3.993 amostras e identificaram 35 novos casos de Covid-19. No dia desta segunda-feira estão ativos no país 19 casos, quando na segunda-feira passada (25 de abril) eram 14.

A taxa de incidência acumulada a nível nacional, no mesmo período, é de sete por 100 mil habitantes, a taxa de transmissibilidade (Rt) subiu para 1,09 e a taxa de positividade foi, em média, de 0,9%, segundo os mesmos dados.

Em todo o passado mês de fevereiro registaram-se cinco mortos por complicações associadas à Covid-19, tantos como praticamente num único dia em janeiro, no pico de casos da pandemia no arquipélago, segundo o histórico disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, Cabo Verde já utilizou 709.077 doses de vacinas contra a Covid-19, equivalente a 67,8% do total recebido. O comunicado divulgado esta segunda-feira acrescenta que "com a recente disponibilização dos dados definitivos do censo 2021, foi possível atualizar as taxas de cobertura vacinal", pelo que 318.656 (97,8%) adultos já tomaram pelo menos uma dose da vacina e 275.270 (84,5%) já receberam a segunda dose, enquanto 67.850 (20,8%) receberam também a dose de reforço.

Na faixa etária dos 12 aos 17 anos, cuja vacinação arrancou em dezembro passado, 45.803 (85,2%) já tomaram a primeira dose e 37.918 (70,5%) já estão completamente vacinados.

Cabo Verde atingiu um recorde diário de cerca de 1.400 novos infetados com o novo coronavírus num único dia em janeiro, já com a nova variante Ómicron a circular no arquipélago, chegando então a registar mais de 7.000 casos ativos, mas a situação melhorou rapidamente a partir da segunda semana de janeiro.

Cabo Verde voltou em 06 de março à situação de alerta, o menos grave de três níveis, mantendo atualmente um nível "mínimo" de restrições devido à pandemia de Covid-19, deixando de ser obrigatório a utilização de máscara na via pública e já no final de abril também em espaços fechados.

Todo o país estava em situação de alerta - o nível menos grave de três previstos na lei que estabelece as bases da Proteção Civil -- desde 28 de outubro de 2021, mas o aumento exponencial de novos casos de Vovid-19 após o período do Natal, e quando registava um Rt de 2,52, levou o Governo a aumentar um nível no final do ano (para situação de contingência), apertando as regras, desde logo com a proibição de festas de passagem de ano e o regresso ao uso obrigatório de máscaras na via pública.

Ver comentários
}