Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Homenagem desilude família de Miguel Torga

Escultura em negrilho de São Martinho de Anta, terra natal do poeta, divide opiniões.
Duarte Faria 17 de Agosto de 2020 às 08:07
Obra de grande envergadura é da autoria de Óscar Rodrigues
Obra de grande envergadura é da autoria de Óscar Rodrigues FOTO: Lusa
Não pára de crescer a polémica em torno da homenagem feita por Óscar Rodrigues a Miguel Torga. O artista esculpiu, com uma motosserra, o rosto do escritor transmontano na raiz de um negrilho que está na praça central de São Martinho de Anta (Sabrosa), terra natal de Torga. A obra teve o apoio da junta de freguesia local. Mas não agrada a todos. A população está dividida e até a família do poeta já se manifestou contra a intervenção.

A filha, Clara Crabbé Rocha, diz estar desolada. "É uma profanação duma bela raiz centenária, obra da natureza que deveria ser exposta tal como era, de forma sóbria, apenas protegida das intempéries por um vidro com o poema de Torga [que sobre ela escreveu] gravado." "Como muitas centenas de pessoas que se têm manifestado publicamente, estou desolada com a intervenção." À Lusa, acrescenta que quem decidiu "homenagear Miguel Torga e assinalar o seu aniversário [12 de agosto] desta triste forma, não leu a sua obra".

O presidente da Junta de São Martinho de Anta, José Gonçalves, explica que a raiz estava a entrar em podridão e que "foi preciso agir o mais rápido possível", tendo-se optado por esta homenagem. O autarca não vai "alimentar mais polémicas".

SAIBA MAIS
O que é?
Negrilho é uma árvore de grande porte, da família das Ulmáceas, que pode atingir mais de 20 m de altura e tem tronco grosso.

3 toneladas 
É o peso aproximado da árvore que Óscar Rodrigues usou para esculpir o rosto de Miguel Torga.

Inspiração
O negrilho de S. Martinho de Anta inspirou Torga e ficou imortalizado na sua obra através do poema
‘A um Negrilho’.
Ver comentários