Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Hotel de Mário Ferreira no Douro chumbado

Em causa está a avaliação de impacto ambiental e a consulta pública.
Miguel Azevedo 9 de Maio de 2021 às 10:08
Mário Ferreira
Mário Ferreira FOTO: Vitor Mota
É mais um revés no projeto do Douro Marina Hotel, que o empresário Mário Ferreira pretende construir no lugar da Rede, no Município de Mesão Frio (Douro). Desta feita, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN) chumbou a avaliação de impacto ambiental, uma decisão tomada no passado dia 5 e divulgada juntamente com o relatório da consulta pública, umas das mais concorridas de sempre, que contou com 134 participações quase todas elas desfavoráveis.

Em declarações ao jornal ‘Público’, Mário Ferreira (também o principal acionista da Media Capital, empresa dona da TVI) referiu que o assunto já está entregue aos advogados e lembrou que o licenciamento do hotel, que começou há mais de 20 anos, chegou “a merecer estatuto de projeto de potencial interesse nacional”.

Em março, o hotel que Mário Ferreira prevê construir em Mesão Frio, no Douro, em área classificada pela UNESCO, já tinha recebido parecer negativo por parte Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN). Por essa altura, o Ministério da Cultura esclarecia que, pelo menos desde 2016, a DRCN e a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) emitiam sucessivos pareceres desfavoráveis aos projetos para construção do Douro Marina Hotel. Também a Comissão Nacional da UNESCO (CNU) já tinha alertado que a aprovação do hotel poderia colocar a paisagem do Douro vinhateiro em perigo e abrir caminho a uma exclusão do património mundial.



Ver comentários