Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

'A Mulher Rei': Atriz Viola Davis é rei em filme que divide opiniões

Detratores apontam falta de rigor histórico, mas todos elogiam interpretação da atriz.
Ana Maria Ribeiro 5 de Outubro de 2022 às 09:26
Viola Davis é a protagonista de 'A Mulher Rei'
Viola Davis é a protagonista de 'A Mulher Rei' FOTO: Ilze Kitshoff
Eis um filme que está a dividir opiniões. E de que maneira. ‘A Mulher Rei’, veículo ideal para a força e talento da atriz Viola Davis, conta a história de um exército de mulheres negras, as Agojie, que, durante o século XIX, lutaram contra o reino de Dahomey e contra a sua prática habitual de vender os seus iguais como escravos.

A questão é que este exército nunca existiu e que a rainha guerreira interpretada por Viola Davis é apenas uma figura da fantasia das argumentistas. A ausência de rigor histórico é a grande crítica que se tem feito ao filme, que chega hoje às salas nacionais e que, segundo esses críticos, serve apenas para fazer com que o público feminino, em particular as mulheres negras, se sintam empoderadas.

No polo oposto, quem gostou do filme da realizadora Gina Prince-Bythewood diz que, ao fim de tantos anos de “domínio masculino em filmes de ação”, já é tempo de as mulheres assumirem o papel de destaque neste tipo de produção e que ‘A Mulher Rei’, bebendo inspiração em clássicos do género como ‘Braveheart’, ‘Gladiador’ ou ‘O Último dos Moicanos’, vale bem pelo entretenimento que proporciona. De qualquer forma, elogiadores ou detratores, não há palavras más para Viola Davis. Brava.


Mulher Rei Viola Davis Agojie Dahomey A Mulher Rei artes cultura e entretenimento
Ver comentários