Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

A vitória triunfal de Bruno Mars nos Grammy 2018

Artista havaiano foi o grande premiado da noite e derrotou favoritos como Kendrick Lamar e Jay-Z.
Catarina Figueiredo 29 de Janeiro de 2018 às 08:58
Bruno Mars
Bruno Mars
Kendrick Lamar arrecadou quatro prémios nas categorias de Rap
Jay-z (ao lado da mulher Beyoncé e da filha Blue Ivy Carter) não conquistou nenhum prémio Grammy apesar de ser o artista com mais nomeações
Alessia Cara venceu o troféu de 'Melhor Novo Artista'
O pontapé de saída na cerimónia de prémios foi dado por Kendrick Lamar, que deixou a plateia ao rubro com uma atuação de 'XXX' e 'DNA'.
James Corden foi o anfitrião da noite
Sam Smith cantou 'Pray'
Pink atua a música 'Wild Hearts Can't Be Broken'
Lady Gaga emocionou a plateia com 'Joanne' e 'Million Reasons'
Rihanna, Dj Khaled e Bryson Tiller apresentaram o já conhecido 'hit musical' 'Whil Thoughts'
Elton John e Miley Cyrus interpretam  'Tiny Dancer'
Kesha protagonizou um dos momentos da noite, ao interpretar 'Praying', numa alegoria ao movimento #TimesUp contra o assédio sexual
Alicia Keys e Miley Cyrus
Kendrick Lamar e Rihanna
Chrissy Teigen e John Legend
Luis Fonsi e Daddy Yankee durante performance da música 'Despacito'
A cantora Pink e a filha Willow Hart
Bruno Mars
Bruno Mars
Kendrick Lamar arrecadou quatro prémios nas categorias de Rap
Jay-z (ao lado da mulher Beyoncé e da filha Blue Ivy Carter) não conquistou nenhum prémio Grammy apesar de ser o artista com mais nomeações
Alessia Cara venceu o troféu de 'Melhor Novo Artista'
O pontapé de saída na cerimónia de prémios foi dado por Kendrick Lamar, que deixou a plateia ao rubro com uma atuação de 'XXX' e 'DNA'.
James Corden foi o anfitrião da noite
Sam Smith cantou 'Pray'
Pink atua a música 'Wild Hearts Can't Be Broken'
Lady Gaga emocionou a plateia com 'Joanne' e 'Million Reasons'
Rihanna, Dj Khaled e Bryson Tiller apresentaram o já conhecido 'hit musical' 'Whil Thoughts'
Elton John e Miley Cyrus interpretam  'Tiny Dancer'
Kesha protagonizou um dos momentos da noite, ao interpretar 'Praying', numa alegoria ao movimento #TimesUp contra o assédio sexual
Alicia Keys e Miley Cyrus
Kendrick Lamar e Rihanna
Chrissy Teigen e John Legend
Luis Fonsi e Daddy Yankee durante performance da música 'Despacito'
A cantora Pink e a filha Willow Hart
Bruno Mars
Bruno Mars
Kendrick Lamar arrecadou quatro prémios nas categorias de Rap
Jay-z (ao lado da mulher Beyoncé e da filha Blue Ivy Carter) não conquistou nenhum prémio Grammy apesar de ser o artista com mais nomeações
Alessia Cara venceu o troféu de 'Melhor Novo Artista'
O pontapé de saída na cerimónia de prémios foi dado por Kendrick Lamar, que deixou a plateia ao rubro com uma atuação de 'XXX' e 'DNA'.
James Corden foi o anfitrião da noite
Sam Smith cantou 'Pray'
Pink atua a música 'Wild Hearts Can't Be Broken'
Lady Gaga emocionou a plateia com 'Joanne' e 'Million Reasons'
Rihanna, Dj Khaled e Bryson Tiller apresentaram o já conhecido 'hit musical' 'Whil Thoughts'
Elton John e Miley Cyrus interpretam  'Tiny Dancer'
Kesha protagonizou um dos momentos da noite, ao interpretar 'Praying', numa alegoria ao movimento #TimesUp contra o assédio sexual
Alicia Keys e Miley Cyrus
Kendrick Lamar e Rihanna
Chrissy Teigen e John Legend
Luis Fonsi e Daddy Yankee durante performance da música 'Despacito'
A cantora Pink e a filha Willow Hart
Bruno Mars foi o grande vencedor da cerimónia de entrega dos prémios Grammy, que este ano teve lugar no Madison Square Garden, em Nova Iorque. O cantor havaiano levou para casa os prémios das seis categorias para as quais estava nomeado: "Melhor álbum do ano", "Melhor música do Ano", "Melhor gravação do Ano", "Melhor performance R&B", "Melhor Música R&B" e "Melhor álbum R&B".

O álbum "24k magic" conquistou ainda o prémio "Melhor engenharia de som", um troféu para a equipa técnica que produziu o disco.

Já Kendrick Lamar, o grande favorito a ser o "rei" da noite, arrecadou apenas quatro prémios nas categorias de Rap, entre os quais o melhor álbum com o disco "Damn" e a melhor música com "Humble".

Jay-Z foi o grande derrotado da noite. Apesar de ser o artista a entrar na cerimónia com mais nomeações, o marido de Beyoncé não levou para casa nem uma grafonola dourada. No entanto, não foi esquecido: Kendrick Lamar recordou-o como um dos artistas que o inspiraram a "fazer rimas" e durante o seu discurso de agradecimento deixa a dica "Jay-Z a presidente".

Alessia Cara venceu o troféu de "Melhor Novo Artista" (artista revelação do ano). Já Ed Sheeran foi o grande vencedor nas categorias POP, tendo o seu álbum "÷ (Divide)" conquistado o galardão de melhor do ano.

A noite também não foi simpática para "Despacito" de Luis Fonsi, que ao contrário do que se previa, não venceu nenhuma categoria.

Nas categorias do rock, The War on Drugs conquistou o galardão de melhor álbum e os Foo Fighters venceram a melhor música do ano.

O pontapé de saída na cerimónia de prémios foi dado por Kendrick Lamar, que ao lado de Bono e The Edge (dos U2), e do comediante Dave Chapelle, deixou a plateia ao rubro com uma atuação de "XXX" e "DNA".

Com James Corden como anfitrião da gala, os prémios Grammy prosseguiram com Lady Gaga ao piano, que comoveu o público com "Joane", uma música dedicada à sua falecida tia, misturada com "Million Reasons".

Sam Smith e Pink foram outros dos nomes que subiram ao palco do Madison Square Garden com "Pray" e "Wild Hearts Can't Be Broken", respetivamente.

Rihanna, Dj Khaled e Bryson Tiller apresentaramm, lado a lado, o seu já conhecido 'hit musical' "Whil Thoughts", um dos momentos mais aplaudidos da noite.

Uma dupla improvável mas que arrancou vários aplausos, foi Elton John e Miley Cyrus, que junta protagonizou uma das atuações mais nostálgicas da noite, ao reviverem a música "Tiny Dancer", um êxito que brilhou em 1971.

Numa atuação pré-gravada junto ao Rio Hudson, os U2 (que atuam em Portugal a 16 e 17 de setembro) cantaram "Get Out of Your Own Way", onde aludiram ao sonho americano, com a Estátua da Liberdade como pano de fundo.

Os críticos acreditam que a atuação da noite esteve entregue a Kesha, que juntamente com outras artistas de várias gerações, se emocionou ao cantar "Praying". Vestidas de branco, as cantoras fizeram uma alegoria ao movimento #TimesUp, recordando que não é so em Hollywood que o assédio sexual contra as mulheres existe. Recorde-se que Kesha foi uma das celebridades que deu a cara pelo abuso sexual, ao acusar o seu produtor Dr. Luke de lhe ter disferido vários tipos de abusos sexuais e psicológicos.

Confira os vencedores de todas as categorias:

Álbum do ano
Childish Gambino – "Awaken, My Love!"
JAY-Z – 4:44
Kendrick Lamar – DAMN.
Lorde – Melodrama
Bruno Mars – 24K Magic

Gravação do ano
Childish Gambino – "Redbone"
Luis Fonsi & Daddy Yankee featuring Justin Bieber – "Despacito"
JAY-Z – "The Story of O.J."
Kendrick Lamar – "HUMBLE."
Bruno Mars – "24K Magic"

Canção do ano
Luis Fonsi & Daddy Yankee featuring Justin Bieber – "Despacito"
JAY-Z "4:44"
Julia Michaels – "Issues"
Logic – "1-800-273-8255"
Bruno Mars – "That’s What I Like"

Artista Revelação
Alessia Cara

Khalid
Lil Uzi Vert
Julia Michaels
SZA

Melhor performance pop a solo
Kelly Clarkson – "Love So Soft"
Kesha – "Praying"
Lady Gaga – "Million Reasons"
P!nk – "What About Us"
Ed Sheeran – "Shape Of You"

Melhor performance pop de duo ou grupo
The Chainsmokers and Coldplay – "Something Just Like Us"
Luis Fonsi & Daddy Yankee featuring Justin Bieber – "Despacito"
Imagine Dragons – "Thunder"
Portugal. the Man – "Feel It Still"
Zedd and Alessia Cara – "Stay"

Melhor álbum de pop vocal:
Coldplay – Kaleidoscope EP
Lana Del Rey – Lust For Life
Imagine Dragons – Evolve
Kesha – Rainbow
Lady Gaga – Joanne
Ed Sheeran – ÷ (Divide)

Melhor gravação de dança
Bonobo featuring Innov Gnawa – "Bambro Koyo Ganda"
Camelphat and Elderbrook – "Cola"
Gorillaz featuring DRAM – "Andromeda"
LCD Soundsystem – "Tonite"
Odesza featuring WYNNE and Mansionair – "Line of Sight"

Melhor álbum de dança/eletrónica
Bonobo – Migration
Kraftwerk – 3-D The Catalogue
Mura Masa – Mura Masa
Odesza – A Moment Apart
Sylvan Esso – What Now

Melhor performance rock
Leonard Cohen – "You Want It Darker"

Chris Cornell – "The Promise"
Foo Fighters – "Run"
Kaelo – "No Good"
Nothing More – "Go To War"

Melhor canção rock
Metallica – "Atlas, Rise!"
K.Flay – "Blood in the Cut"
Nothing More – "Go to War"
Foo Fighters – "Run"
Avenged Sevenfold – "The Stage"

Melhor álbum rock
Mastodon – Emperor of Sand
Metallica – Hardwired…To Self-Destruct
Nothing More – The Stories We Tell Ourselves
Queens of the Stone Age – Villains
The War on Drugs – A Deeper Understanding

Melhor álbum de música alternativa
Arcade Fire – Everything Now
Gorillaz – Humanz
LCD Soundsystem – American Dream
Father John Misty – Pure Comedy
The National – Sleep Well Beast

Melhor performance de metal
August Burns Red – "Invisible Enemy"
Body Count – "Black Hoodie"
Code Orange – "Forever"
Mastodon – "Sultan’s Curse"
Meshuggah – "Clockworks"

Melhor performance R&B
Daniel Caesar featuring Kali Uchis – "Get You"
Kehlani – "Distraction"
Ledisi – "High"
Bruno Mars – "That’s What I Like"
SZA – "The Weekend"

Melhor canção R&B
PJ Morton – "First Began"
Khalid – "Location"
Childish Gambino – "Redbone"
SZA – "Supermodel"
Bruno Mars – "That’s What I Like"

Melhor álbum urbano contemporâneo
6LACK – Free 6LACK
Childish Gambino – "Awaken, My Love!"
Khalid – American Teen
SZA – Ctrl
The Weeknd – Starboy

Melhor Álbum R&B
Daniel Caesar – Freudian
Ledisi – Let Love Rule
Bruno Mars – 24K Magic
PJ Morton – Gumbo
Musiq Soulchild – Feel the Real

Melhor performance rap:
Big Sean – "Bounce Back"
Cardi B – "Bodak Yellow"
JAY-Z – "4:44"
Kendrick Lamar – "HUMBLE."
Migos featuring Lil Uzi Vert – "Bad and Boujee"

Melhor performance rap/cantado:
6LACK – "Prblms"
Goldlink featuring Faiyaz & Shy Glizzy – "Crew"
JAY-Z featuring Beyoncé – "Family Feud"
Kendrick Lamar featuring Rihanna – "LOYALTY."
SZA featuring Travis Scott – "Love Galore"

Melhor canção rap:
Cardi B – "Bodak Yellow"
Danger Mouse featuring Run the Jewels and Big Boi – "Chase Me"
Kendrick Lamar – "HUMBLE."
Rapsody – "Sassy"
JAY-Z – "The Story of O.J."

Melhor álbum rap:
JAY-Z – 4:44
Kendrick Lamar – DAMN.
Migos – Culture
Rapsody – Laila’s Wisdom
Tyler, the Creator – Flower Boy

Melhor banda-sonora para media visual:
Baby Driver
Guardians of the Galaxy Vol 2.: Awesome Mix Vol. 2
Hidden Figures
La La Land
Moana: The Songs

Melhor partitura para media visual
Jóhann Jóhannsson – Arrival
Hans Zimmer – Dunkirk
Ramin Djawadi – Game of Thrones: Season 7
Benjamin Wallfisch, Pharrell Williams & Hans Zimmer – Hidden Figures
Justin Hurowitz – La La Land

Melhor álbum de comédia
Dave Chappelle – The Age of Spin & Deep in the Heart of Texas
Jim Gaffigan – Cinco
Jerry Seinfeld – Jerry Before Seinfeld
Sarah Silverman – A Speck of Dust
Kevin Hart – What Now?

Melhor álbum de spoken word
Neil deGrasse Tyson – Astrophysics for People in a Hurry
Bruce Springsteen – Born to Run
Shelly Peiken – Confessions of a Serial Songwriter
Bernie Sanders and Mark Ruffalo – Our Revolution: A Future to Believe In
Carrie Fisher – The Princess Diarist

Melhor canção escrita para media visual
Ryan Gosling and Emma Stone – "City of Stars" (La La Land)
Lin Manuel Miranda – "How Far I’ll Go" (Moana)
Zayn and Taylor Swift – "I Don’t Wanna Live Forever" (Fifty Shades Darker)
Sia – "Never Give Up" (Lion)
Andra Day featuring Common – "Stand Up For Something" (Marshall)

Produtor do ano, não clássico
Calvin Harris
Greg Kurstin
Blake Mills
No I.D.
The Stereotypes

Melhor videoclip
Beck – "Up All Night"
Jain – "Makeba"
JAY-Z – "The Story of O.J."
Kendrick Lamar – "HUMBLE."
Logic featuring Alessia Cara and Khalid – "1-800=273-8255

Ver comentários