Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Bob Dylan nega abuso de menina de 12 anos

Mulher diz que músico a drogou e embebedou em 1965 antes de a violar repetidamente.
Sónia Dias 18 de Agosto de 2021 às 09:15
Vítima acusa Bob Dylan de ter abusado sexualmente dela durante seis semanas
Vítima acusa Bob Dylan de ter abusado sexualmente dela durante seis semanas FOTO: FRED TANNEAU/AFP/Getty Images
Aos 80 anos, Bob Dylan é a mais recente estrela a ser confrontada com uma acusação de abuso sexual. O caso remonta aos anos 60 e ganha contornos mais graves por envolver uma menina de 12 anos. Segundo o processo, entregue na passada sexta-feira ao Supremo Tribunal de Manhattan, em Nova Iorque, Estados Unidos, e ao qual o ‘The Guardian’ teve acesso, uma mulher, hoje com 68, identificada como JC, diz que, em 1965, Dylan, na altura com 23 anos, lhe forneceu álcool e drogas antes de a atacar sexualmente. A agressão terá sido repetida durante um período de seis semanas, entre abril e maio.

De acordo com a queixa apresentada, o músico norte-americano, distinguido com o Prémio Nobel da Literatura em 2016 e considerado um dos maiores compositores de todos os tempos, é também acusado de ameaçar fisicamente a menor.


Algumas das alegadas agressões terão tido lugar no apartamento de Bob Dylan em Nova Iorque, no famoso Chelsea Hotel. A queixosa afirma que os abusos lhe causaram “graves danos psicológicos e traumas emocionais”. Já o porta-voz do músico rejeitou todas as acusações, dizendo ao jornal que este se irá “defender vigorosamente” em tribunal do que considera ser uma mentira. A queixa contra Dylan foi apresentada um dia antes do fim da Child Victim Act, lei que permitia adultos vítimas de abuso sexual na infância processarem os alegados agressores, independentemente dos anos que passaram sobre os referidos atos.

pormenores
Nascido no Minnesota
Robert Allen Zimmerman, ou Bob Dylan, nasceu a 24 de maio de 1941 em Duluth, no Minnesota, e destacou-se na cena folk de Greenwich Village (Nova Iorque) no início dos anos 1960.

Dois casamentos
O músico foi casado duas vezes: a primeira com Sara Noznisky (1965 a 1977) e a segunda com Carolyn Dennis (1986 a 1992). Tem seis filhos.

Distinção inédita
Dylan vendeu mais de 125 milhões de discos. Em 2016 foi distinguido com o Prémio Nobel da Literatura, tornando-se no único artista a ganhar, também, os prémios Pulitzer, Oscar, Grammy e Globo de Ouro.
Ver comentários