Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Carlos Alberto Moniz e maré-cheia de amigos

Novo disco do cantor vai trazer 38 canções sobre o mar e muitos convidados especiais.
Vanessa Fidalgo 17 de Janeiro de 2022 às 08:14
Carlos Mendes e Carlos Alberto Moniz em estúdio a gravar o novo tema de 'Cantigas de Marear'
Carlos Mendes e Carlos Alberto Moniz em estúdio a gravar o novo tema de 'Cantigas de Marear' FOTO: Pedro Catarino
Carlos Mendes chega eufórico e jovial ao estúdio. Oferece abraços sentidos mas fugidios. Culpa da pandemia, que serve para mais uma graça antes de começar a gravar com o companheiro de canções e amigo de longa data Carlos Alberto Moniz ‘Camponês dos Olhos d’Água’, um dos temas do próximo disco do apresentador de ‘Língua Mãe’, na CMTV.

O trabalho ainda está a ser produzido, mas do resultado final esperam-se 38 canções, todas elas interpretadas por Carlos Alberto Moniz em parceria com outros nomes ilustres. Uns mais esperados: António Zambujo, Sérgio Godinho, Agir, Ricardo Ribeiro, Vitorino, Ana Lains, Selma Uamusse, Quim Barreiros, Luís Aleluia, Lúcia Moniz, Rita RedShoes, Fernando Tordo, etc. Outras verdadeiras surpresas, como o apresentador de televisão Fernando Mendes ou o médico patologista José Germano de Sousa, com quem Carlos Alberto Moniz partilha as raízes açorianas e a paixão pela música tradicional das ilhas.

A afinação a duas vozes leva à ‘falsa’ surpresa. “Epá, a gente liga!”, brinca Carlos Mendes. O convite enche-o de orgulho: “É uma canção linda, que o Carlos fez nos anos 70 para o Festival da Canção e que injustamente não passou. Tem um toque tradicional que gosto muito “, explica.

O disco, ‘Cantigas de Marear’, porque todas as suas canções começam ou vão dar ao mar, não tem data de saída, mas todos os dias cresce a olhos vistos no estúdio e provavelmente estará pronto para zarpar em abril. “O mar porque é essencial, porque é o que nos liga. Neste disco há música dos Açores, da Madeira, de Cabo Verde, só porque temos este mar...”

Ao fim de mais de 50 anos de carreira, Carlos Alberto Moniz não tem dúvidas sobre as razões que o fazem continuar a navegar nesta maré: “Sou a terceira geração de uma família de artistas. Um artista não se reforma, não sai de cena. O artista precisa de o ser para viver.”
Carlos Mendes Carlos Alberto Moniz música televisão
Ver comentários