Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Dolph mata mais

Muitos só conhecem Dolph Lundgren como Ivan Drago, o terrível pugilista soviético de ‘Rocky IV’, filme de 1985, que foi um dos símbolos do período final da Guerra Fria, no qual tira a vida num ringue a Apollo Creed, ex-adversário convertido em amigo da personagem de Sylvester Stallone. O que poucos saberão é que o sueco de 50 anos é o actor que maior número de pessoas matou na Sétima Arte, somando 662 óbitos, dos quais 182 em ‘O Punidor, violenta adaptação de uma banda desenhada que chocou os mais sensíveis em 1989.

13 de Outubro de 2008 às 00:30
Actor sueco protagonizou ‘O Punidor’, filme em que é responsável por 182 óbitos, há quase duas décadas
Actor sueco protagonizou ‘O Punidor’, filme em que é responsável por 182 óbitos, há quase duas décadas FOTO: direitos reservados

As contas são da associação britânica SCMS (www.scms.ca), cujos membros se dedicam a anotar quantas vezes uma personagem mata, ordena ou provoca a morte de outros no grande ecrã. Excluídas ficam as situações com milhares ou milhões de vítimas, como a cena de ‘A Guerra das Estrelas’, em que o vilão Darth Vader leva a que um planeta inteiro seja destruído.

Além de Dolph Lundgren, o top de assassinos da Sétima Arte inclui nomes previsíveis, como Arnold Schwarzenegger, Harrison Ford, Chuck Norris e Sylvester Stallone, mas também Mel Gibson, que só em ‘Braveheart’ fez com que 237 ingleses pagassem caro pela opressão da Escócia. Nada que se compare a James Bond, responsável por 1250 mortes, mas que já foi interpretado por seis actores.

PROTAGONISTAS

ARNOLD SCHWARZENEGGER

Antes de ser governador disse ‘hasta la vista’ 538 vezes.

HARRISON FORD

Ser Indiana Jones e Han Solo ajudou-o a matar 518 vezes no grande ecrã.

STALLONE

Entre as suas 517 vítimas, quase metade deve-se a John Rambo.

STEVEN SEAGAL

Eis um caso de regularidade: liquidou dez ou mais pessoas em 22 filmes.

Ver comentários